Conectado por

DJ90

Geral

Sudeste tem maioria dos municípios com acesso universal ao saneamento básico

Publicado por

em

Dos 98 municípios brasileiros que receberam a maior pontuação em relação a qualidade do saneamento básico, nenhum está no Norte ou no Nordeste. A maioria está na região Sudeste, que tem 85% dos municípios classificados como no rumo à universalização do saneamento. 13% dos municípios com melhor classificação estão no Sul e o Centro-Oeste tem apenas 1 município entre aqueles com maior grau de saneamento básico.

 

A Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental, a ABES, lançou, nesta sexta-feira (5), a quarta edição do ranking da Universalização do Saneamento Básico. Os dados são referentes ao ano de 2018.

 

Entre as capitais, Curitiba lidera o ranking como a única capital a estar no grupo das mais bem colocadas. Em seguida, vem Brasília, Belo Horizonte, e João Pessoa. Ocupa a última posição do ranking das capitais, a cidade de Porto Velho, capital de Rondônia. A penúltima colocação é de Belém, no Pará.

 

O Distrito Federal, apesar de estar entre os melhores lugares em saneamento básico do Brasil, ainda não atende parte da população rural com coleta de esgoto. O jardineiro Mario Silva, que vive em um loteamento rural em Sobradinho, região administrativa do DF, reclama do esgoto a céu aberto.

 

A pesquisa também mostra o total de internações por doenças relacionadas ao saneamento Inadequado no primeiro trimestre de 2020, como cólera, febre tifóide, diarreia e gastroenterite. Foram mais de 40 mil internações por esse tipo de doenças nos três primeiros meses do ano, o que levou a uma ocupação de 4% dos leitos do SUS no período. No Norte e Nordeste as ocupações de leitos por essas doenças chegam a aproximadamente 7%.

 

O professor de saneamento ambiental Elcires Pimenta destaca a relação entre saúde e saneamento.

 

Entraram no levantamento apenas os municípios que fornecem dados ao Sistema Nacional de Informações de Saneamento.

 

Vale destacar que apenas 33% das cidades brasileiras entraram no levantamento pois divulgam números sobre saneamento. São 1.857 municípios que concentram a maioria da população, 70% dos mais de 208 milhões de habitantes.

 

No Nordeste, por exemplo, 82% dos municípios, onde se concentram quase 50% da população da região, não estão no ranking por falta de dados. No Norte, 52% da população que vive em 90% dos municípios da região também ficaram de fora do levantamento.

 

Fonte: Ag. Brasil

Publicidade