Conectado por

DJ90

Geral

Quase centenário, Copacabana Palace fecha as portas pela primeira vez

Publicado por

em

Pela primeira vez em 96 anos de existência, o Hotel Copacabana Palace vai fechar as portas temporariamente, a partir desta sexta-feira, devido à pandemia da Covid-19. A previsão é que as atividades fiquem suspensas até o fim de maio. Uma equipe de manutenção reduzida vai continuar trabalhando para garantir a segurança sanitária do hotel e de seu acervo.

O Belmond Copacabana Palace informou que o procedimento de saúde foi intensificado e uma enfermeira vai monitorar os funcionários que estiverem trabalhando durante o período para assegurar que se mantenham saudáveis.

O prédio quase centenário, que virou um dos símbolos da capital fluminense e ícone da hotelaria, tem três restaurantes, cerca de 230 apartamentos e a famosa piscina. Hospedou personalidades do mundo inteiro, como a princesa Daiana e o príncipe Charles.

Os últimos hóspedes deixaram o hotel na segunda-feira. De acordo com a diretora-geral do grupo, Andrea Natal, a ocupação dos apartamentos e suítes em março caiu para 36%, quando a expectativa para o mês era de uma ocupação de 70%.  Apenas Andrea vai permanecer morando no hotel, e o cantor Jorge Ben Jor, que desde 2018 reside no Copa.

 

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio informou  que já fechou 60 hotéis do Rio de Janeiro.  Segundo dados do Hotéis Rio, no início de março a ocupação da rede hoteleira estava em torno de 70%.  Atualmente, devido à pandemia do coronavírus, a hotelaria conta com menos de 5% dos quartos ocupados. Ainda segundo o Hóteis Rio, diante do cenário, aproximadamente 5 mil empregos estão ameaçados, e a estimativa é de demissão de 20% dos funcionários.

Fonte: Ag. Brasil