Conectado por

Nacional

UFMG participa de estudo que avalia benefícios de dose de reforço da Janssen

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) participa de um estudo envolvendo aplicação de dose de reforço da vacina contra Covid-19 da Janssen com 470 voluntários dos cerca de 4,5 mil brasileiros que compõem o grupo da pesquisa. 

A informação foi confirmada a O TEMPO nesta quarta-feira (13) pela instituição. A ideia é verificar possíveis benefícios de se aplicar uma segunda vez a vacina em quem já recebeu dose única. Os voluntários serão monitorados até 2022. 

“A Faculdade de Medicina da UFMG participa do estudo ENSEMBLE (que testa a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Janssen) com 470 voluntários em Belo Horizonte. Nesta etapa do estudo, os participantes que receberam a dose única irão tomar a dose de reforço e seguirão sendo avaliados”, pontua a universidade. 

“A previsão que temos para o começo do ensaio é para novembro e, atualmente, os pesquisadores estão em fase de liberação desta etapa da pesquisa no sistema CEP/Conep (que regula questões éticas em pesquisas envolvendo seres humanos)”, acrescenta.

A pesquisa é coordenada pelo professor e médico e Chefe do Serviço de Imunologia Clínica do Hospital das Clínicas da UFMG, Jorge Andrade Pinto, e as atividades são realizadas na Unidade de Pesquisa Clínica em Vacinas da Faculdade de Medicina (UPqVac). 

Fonte: O tempo

Mais notícias