Conectado por

Geral

TSE: Representantes das Forças Armadas analisam código fonte das urnas

Representantes das Forças Armadas passaram essa quarta-feira em uma sala do TSE, o Tribunal Superior Eleitoral, para analisar o código-fonte de urnas eletrônicas que vão ser usadas nas eleições deste ano.

O código-fonte é a linguagem de programação de um software, que dá as instruções para que o sistema funcione.

O TSE liberou o acesso de militares ao código-fonte das urnas após o Ministério da Defesa enviar um documento na última segunda-feira com um pedido de urgência para a visita.

Nenhum dos representares dos militares conversou com a imprensa..

A abertura do código-fonte para inspeção é uma das etapas realizadas pelo TSE para garantir a Transparência Eleitoral e a segurança das urnas eletrônicas. Ela é realizada antes de cada eleição.

O convite para a inspeção do sistema das urnas foi feito a todas as entidades fiscalizadoras, desde outubro do ano passado. Foi feito a membros do governo, partidos políticos e instituições, como a OAB e universidades. As próprias Forças Armadas também foram convidadas na época.

O código-fonte já foi verificado, por exemplo, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, o Senado Federal e a Polícia Federal.

O Ministério Público Federal e a Controladoria Geral da União chegaram a passar três dias realizando a análise do código-fonte. A inspeção pelo PTB, o Partido Trabalhista Brasileiro, está em andamento.

Justiça Brasília 03/08/2022 – 19:29 Jacson Segundo / Beatriz Arcoverde Kariane Costa – Repórter da Rádio Nacional TSE Urnas Eletrônicas Forças Armadas Eleições 2022 quarta-feira, 3 Agosto, 2022 – 19:29 1:39

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias