Conectado por

DJ90

Geral

SP bate recorde de mortes por Covid-19 em 24 horas: foram 324 perdas, num total superior a 5 mil

Publicado por

em

São Paulo bateu mais um recorde de mortes nesta terça-feira (19). Em 24 horas, 324 pessoas morreram vítimas do novo coronavírus no estado. Com isso, o número de óbitos passa de 5 mil. Os casos confirmados chegaram a 66 mil.

 

Em um único dia, o número de mortes supera em 70 o de vítimas da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais.

 

Mesmo assim, a avaliação do coordenador do Centro de Contingência para o Coronavírus, Dimas Covas, é que a epidemia ainda não chegou ao pico e não dá para saber quando vai ser possível relaxar as medidas de isolamento.

 

Há quase dois meses o estado de São Paulo está em quarentena, mas os índices de isolamento social têm ficado abaixo do mínimo esperado que é de 55%. Segundo o último dado disponível, de domingo, o índice ficou em 54%, 1% abaixo do mínimo, isso porque os finais de semana registram os maiores níveis de isolamento.

 

Para tentar mudar a curva, começa nesta quarta-feira (20), na cidade de São Paulo, um mega-feriado, resultado da antecipação pela prefeitura dos feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra.

 

Dimas Covas disse que o feriado deve ser tratado como estratégia de guerra.

 

Mas, apesar do apelo, nem tudo vai parar durante o feriado. O mercado financeiro pressionou e a Bolsa de Valores de São Paulo vai funcionar em horário regular.

 

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) também confirmou que os bancos abrem, apesar do horário reduzido, das 10h às 14h.

 

Em entrevista à CNN, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que a regra para abrir ou fechar é a mesma de qualquer feriado.

 

Além da capital paulista, os prefeitos da região metropolitana também concordaram em antecipar o feriado do Corpus Christi a partir de quinta-feira (21). Já os prefeitos do litoral do estado entraram na Justiça para pedir bloqueios rodoviários. Eles temem que a folga prolongada estimule moradores da capital a pegarem estrada para as praias.

 

Já na noite dessa terça-feira os deputados estaduais aprovaram a proposta do governo de antecipar o feriado estadual de 9 de julho para segunda-feira (25). Com isso, o mega-feriado em São Paulo vai durar 6 dias, contando o final de semana.

Fonte: Ag. Brasil