Conectado por

DJ90

Geral

Rio de Janeiro muda protocolo em determinações judiciais

Publicado por

em

Após vir a público que o traficante João Filipe Barbieri deixou a penitenciária de Bangu, no Rio de Janeiro, por meio de um alvará supostamente falso, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) estabeleceu um novo protocolo com dupla checagem de documentos eletrônicos, para evitar fraudes em determinações judiciais.
Condenado a 27 anos de prisão por associação para o tráfico e tráfico internacional de armas, Barbieri fugiu da penitenciária de Bangu em novembro do ano passado. A revelação de que ele teria sido beneficiado por um alvará falso ganhou repercussão na semana passada nos meios de comunicação. Há suspeita de que outros presos também tenham se beneficiado do documento forjado.
O Ministério Público Federal instaurou um procedimento para apurar a fuga do condenado. O procurador da República no Rio de Janeiro Eduardo Benones destaca a gravidade dos fatos.
Segundo a Seap, também foi instaurada uma sindicância, em caráter de urgência, para apurar os fatos e a Divisão de Recapturas vai tentar encontrar os presos envolvidos nas denúncias de fraude de alvarás de soltura.

Justiça Agora é necessário fazer dupla checagem para autenticação Rio de Janeiro Fabiana Sampaio alvará falso Protocolo Checagem documentos eletrônicos segunda-feira, 15 Fevereiro, 2021 – 22:19 1:49

Fonte: Ag. Brasil

Todos os direitos reservados para @noticiasderondonia.com.br - noticias@noticiasderondonia.com.br