Conectado por

DJ90

Geral

Para diminuir circulação, regras para rodízio de carros na capital paulista ficam mais duras

Publicado por

em

Para tentar conter avanço do coronavírus, cidade de São Paulo retoma rodízio de carros com regras mais duras.

Com o novo rodízio, carros com placas de final par só podem circular em dias pares e carros com placas em final ímpar em dias ímpares. Com isso, todos os dias, metade dos carros não podera circular pela cidade .

O rodízio de veículos estava suspenso desde o começo da quarentena. No formato antigo, 20% dos carros não podiam sair às ruas a cada dia.

Outra mudança é que antes o rodízio só valia em dias da semana, agora passa a valer também nos finais de semanas e por 24 horas, e não apenas em horários de pico.

A nova regra já começa a valer na próxima segunda-feira, dia 11, quando só os carros com placas de final ímpar vão poder rodar.

A medida foi anunciada nessa quinta-feira pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, como mais uma tentativa de tentar conter o aumento de casos de coronavírus na cidade.

Segundo o prefeito, o objetivo é tentar evitar medidas ainda mais drásticas, como o bloqueio total da cidade, o chamado lockdown.

Ficam isentos dos rodízios táxis, veículos de imprensa cadastrados, carros de quem trabalha no setor de abastecimento de energia, água ou gás, e os carros de todos os profissionais que trabalham na rede pública ou privada de saúde, não apenas médicos e enfermeiros.

Motoristas de aplicativos e mesmo quem trabalha em áreas essenciais do comércio, como supermercados, padarias e farmácias vão ter que fazer o rodízio.

Para tentar evitar a aglomeração no transporte público, mil ônibus voltam a circular na cidade a partir de segunda-feira.

Fonte: Ag. Brasil