Conectado por

Nacional

Morre o arquiteto Ruy Ohtake, Filho de Tomie Ohtake, aos 83 anos

Morreu na manhã deste sábado, 27, o arquiteto Ruy Ohtake, aos 83 anos. Ele lutava contra um câncer de medula, Mielodisplasia, e morreu no flat onde morava, na Rua Mauri, em São Paulo. Segundo a sua assessoria, o velório será realizado no próprio apartamento, só para as pessoas mais próximas. e o corpo será cremado no Horto da Paz, às 17h. Filho da artista plástica Tomie Ohtake e irmão do também arquiteto Ricardo, Ruy nasceu em São Paulo, em 27 de janeiro de 1938, e curou arquitetura na FAU-USP, formando-se em 1960. Teve seu trabalho reconhecido com inúmeros prêmios, como o Colar de Ouro do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB (2007).

Em seus mais de 60 anos de carreira, Ruy Ohtake assinou projetos marcados por linhas onduladas, que podem ser apreciados pela cidade de São Paulo, como é o caso do Instituto Tomie Ohtake e dos hotéis Unique e Renaissance -, além de ter realizado obras de infraestrutura e equipamentos públicos e privados importantes para várias cidades, a exemplo do Parque Ecológico do Tietê, Expresso Tiradentes e Conjunto Residencial e Polo Educacional de Heliópolis, em São Paulo; Parque Ecológico de Indaiatuba; Aquário do Pantanal, em Campo Grande; Brasília Shopping, em Brasília; Estádio Walmir Campelo Bezzera, em Gama, DF; Embaixada Brasileira em Tóquio. Sua produção vinha sendo registrada em revistas e livros.

O velório ocorrerá neste sábado, em São Paulo, em cerimônia aberta apenas para familiares. O corpo do arquiteto será cremado no Horto da Paz.

Repercussão

Personalidades, políticos e times de futebol lamentaram neste sábado (27) a morte do arquiteto Ruy Ohtake, aos 83 anos.  Entre suas obras, estão os hotéis Renaissance, Unique, o parque ecológico do Tietê e a sede do Instituto Tomie Ohtake, todos em São Paulo. Ele também é autor de importantes obras no exterior, como a da Embaixada Brasileira em Tóquio, no Japão, e o museu aberto da Organização dos Estados Americanos, nos Estados Unidos.

Veja a repercussão:
João Doria (PSDB), governador de São Paulo:
“Lamento profundamente a morte do meu amigo e arquiteto Ruy Ohtake. Um grande mestre da arquitetura tal qual sua mãe, Tomie Ohtake foi nas artes. Ambos contribuíram muito para a cultura e os valores do Brasil. Meus sentimentos aos familiares e amigos.”.

Rodrigo Garcia (PSDB), vice-governador de São Paulo:
“Recebo com muita tristeza a notícia do falecimento de Ruy Ohtake. Tivemos o privilégio de contar com a genialidade dele em projetos habitacionais quando eu era Secretário de Habitação. Os “redondinhos” de Heliópolis, são projeto dele.”

Secretaria de Cultura e Economia Criativa de São Paulo:

“Lamentamos profundamente a morte do arquiteto Ruy Ohtake, aos 83 anos, vítima de câncer. Filho da artista plástica Tomie Ohtake e um dos arquitetos mais prestigiados do País.”

Fernando Haddad (PT), ex-prefeito de São Paulo:
“Ruy Ohtake se foi. Era um amigo querido. Sua arte se espalhou por São Paulo, no centro e na periferia. Gostava de gente. Grande perda.”

Corinthians:
“Fiel, hoje o Brasil perdeu um de seus mais brilhantes arquitetos: Ruy Ohtake, aos 83 anos, de câncer. O Corinthians vai guardá-lo eternamente dentro dos nossos corações pela criação do projeto arquitetônico do CT Dr. Joaquim Grava. Nossos sentimentos à família e aos admiradores.”

São Paulo Futebol Clube:
O São Paulo Futebol Clube lamenta profundamente o falecimento de Ruy Ohtake. O renomado arquiteto e grande são-paulino nos deixa aos 83 anos de idade. Ruy foi responsável pelo projeto do hotel do Centro de Formação de Atletas Presidente Laudo Natel, em Cotia. Desde 2012, o ambiente é utilizado como alojamento para as categorias de base do Tricolor. O São Paulo se solidariza com os familiares e amigos neste momento difícil.”

Memorial da América Latina:
O Memorial da América Latina lamenta a morte do arquiteto Ruy Ohtake, aos 83 anos. Fiho primogênito da artista japonesa Tomie Ohtake, Ruy é o responsável por edifícios icônicos em São Paulo e por todo o Brasil. É de sua autoria, por exemplo, o Instituto Tomie Ohkate e o Hotel Unique. Utilizando cores fortes e geometria bem definida, Ruy Ohtake ajudou a dar uma nova cara à arquitetura paulista. Seu legado e sua história estarão sempre presentes entre nós. À família e amigos, nossos mais profundos sentimentos. Descanse em paz, Ruy.”

Emidio de Souza, deputado estadual (PT-SP):
“O mundo perdeu um grande arquiteto. Ruy Ohtake deixa um grande legado para a arquitetura e o urbanismo do Brasil. Quando prefeito de Osasco, tive a satisfação de conviver com ele e contar com sua contribuição na minha administração. É dele e projeto do CEU Zilda Arns, por exemplo.”

Eduardo Saron, diretor do Itaú Cultural

“Com uma atuação intensa na arquitetura brasileira, ele deixa um vasto legado, do qual boa parte pode ser conferida no site e canais digitais do Itaú Cultural. Ruy é de uma família que sempre transbordou arte e que permanece de forma definitiva entre nós. Assim é com o legado que sua mãe, Tomie, nos deixou, com muitas de suas obras que podem ser vistas a céu aberto, ao lado da militância cultural de Ricardo. Assim é com os traços marcantes da arquitetura deixada agora por Ruy cuja elegância e essência os torna únicos e indissolúveis desta maravilhosa família que se mescla com a cultura brasileira”.

Fonte: O tempo

Mais notícias