Conectado por

Geral

Itens de exportação do agronegócio são usados para tráfico de cocaína

Somente na última semana do ano passado foram quatro grandes apreensões de cocaína ocorridas no Porto de Santos, cada uma delas com pelo menos 500 quilos da substância, totalizando mais de duas toneladas e meia da droga.

Os traficantes colocaram a substância em meio a produtos de exportação do agronegócio, como café, suco de laranja e açúcar. Duas das cargas iam para a Europa e outras duas para a África.

Segundo a Receita Federal, a inspeção dos containers segue critérios de análise de risco na exportação.

O Brasil não produz cocaína, mas é usado pelos traficantes internacionais como local de passagem da droga produzida no Peru, Bolívia e Colômbia. 

Justiça São Paulo 07/01/2022 – 17:16 Annie Zanetti – Repórter da TV Brasil cocaína porto de santos agronegócio sexta-feira, 7 Janeiro, 2022 – 17:16 0:41

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias