Conectado por

DJ90

Geral

Isolamento social: movimentação de pessoas no Rio é 78% menor

Publicado por

em

As medidas de isolamento social estão sendo sentidas nas ruas do Rio de Janeiro. Nesse sábado (25), o movimento de pessoas em várias regiões da cidade foi 78% menor, se comparado aos dias anteriores à pandemia do coronavírus. Os índices variaram de 70% em Copacabana a 91% no Flamengo, ambos bairros da zona sul carioca. Segundo monitoramento feito pela prefeitura, 77% menos pedestres transitaram no período de 12 a 18 de abril.

 

No entanto, o número vem caindo. Na primeira semana de vigência das medidas de restrição, entre 13 e 21 de março, a circulação ficou em menos 85%, índice também constatado na semana seguinte.

 

As informações são da empresa de inteligência artificial Cyberlabs, que faz o monitoramento desidentificado de pessoas em trânsito, por meio de 400 câmeras do Centro de Operações Rio, desde dezembro do ano passado, em parceria sem ônus para a prefeitura. Com isso, é possível comparar a movimentação habitual pelas ruas da cidade verificado no começo do ano com a diminuição da circulação depois da decretação da pandemia.

 

O levantamento é baseado  na contagem de pessoas nas ruas captadas pelas câmeras a cada minuto. Os equipamentos estão concentrados na zona sul da cidade.

 

Segundo amostras obtidas por meio do histórico de geolocalização dos usuários do Google sobre as mudanças na mobilidade das pessoas devido à pandemia, com dados de 6 de março até o dia 17 de abril, no estado do Rio de Janeiro, houve redução no movimento de pessoas de 58% em locais de lazer, 14% em mercados e farmácias, 70% em parques e praias, 55% em estações de trem e metrô e 44% nos locais de trabalho. O mesmo levantamento aponta aumento de 22% na permanência nas residências.

 

No Rio de Janeiro, o decreto que determinou as primeiras medidas de quarentena no estado foi publicado no dia 17 de março. Na capital, as medidas de distanciamento começaram no dia 13 de março.

Fonte: Ag. Brasil