Conectado por

Geral

Homem que morreu por Varíola dos Macacos, em MG, tinha comorbidades

O homem que morreu de varíola dos macacos em Minas Gerais tinha comorbidades que podem ter prejudicado o quadro clínico dele e levado o paciente a óbito. O Ministério da Saúde afirmou que o caso está sob investigação pela pasta.

A primeira morte por varíola dos macacos no Brasil foi registrada nesta quinta-feira. O paciente era um homem de 41 anos que morava em Belo Horizonte. Esse foi o primeiro caso de óbito pela doença fora do continente africano.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, Daniel Pereira, comentou sobre as investigações abertas para apurar as circunstâncias da morte do paciente mineiro.

Apesar do óbito registrado nesta quinta-feira, o secretário-executivo ressaltou que a varíola dos macacos está sob controle em território brasileiro.

Os primeiros sintomas da varíola dos macacos se assemelham aos da gripe: dor de cabeça, febre e dor no corpo. Em um segundo momento, aparecem as feridas na pele características da doença — principalmente na região do pescoço e dos genitais.

O secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Arnaldo Medeiros, ressaltou que um médico deve ser procurado imediatamente em caso de suspeita de infecção.

Até esta quinta-feira (28), o Ministério da Saúde havia registrado pouco mais de mil casos de varíola dos macacos em todo o país. Outros 513 casos suspeitos estão em análise, e quase 600 foram descartados.

Saúde Foi a 1ª morte registrada no Brasil; são mais de mil casos no país Brasília 29/07/2022 – 18:29 Jacson Segundo / Guilherme Strozi Daniel Ito – Repórter da Rádio Nacional varíola dos macacos monkeypox Morte sexta-feira, 29 Julho, 2022 – 18:29 169:00

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias