Conectado por

DJ90

Geral

Estradas e aeroportos têm movimento baixo no feriado; Guarulhos registrou aglomeração

Publicado por

em

Um feriado de Páscoa atípico nas estradas e aeroportos do país.

Nos 39 aeroportos administrados pela Infraero, devem circular menos de 52 mil passageiros até o fim do feriado – pouco mais de 6% da movimentação registrada na Páscoa de 2019, quando foram mais de 823 mil viajantes.

O número de aviões se movimentando também caiu muito: 91%. Até segunda-feira, estão programados 596 pousos e decolagens. No ano passado foram quase 6,7 mil.

 

Jà o Areroporto Internacional de Guarulhos, o maior do país, registrou uma grande aglomeração por volta do meio-dia dessa sexta-feira. Segundo a administradora do aeroporto, a GRU Airport, eram passageiros de um voo da empresa Latam com destino a João Pessoa, na Paraíba. O vôo foi  cancelado e as pessoas formaram uma longa fila a espera de uma solução para o problema.

Já nas estradas federais o movimento também é baixo, com uma redução acentuada no número de veículos circulando. Mas, por enquanto, a avaliação feita pela Polícia Rodoviária Federal é visual. Uma avaliação numérica deve ser divulgada na próxima terça-feira.

A mesma coisa nas rodovias estaduais em São Paulo. Estradas que nessa época do ano costumam registrar tráfego lento, e que fazem as concessionárias montar operações especiais, como a Operação Descida, aumentando o número de faixas que levam da capital para o litoral no começo do feriado, e a Operação Subida, fazendo o contrário, colocando mais faixas para os veículos que precisam retornar à capital, dessa vez não foram adotadas.

Todas as estradas registraram trânsito tranquilo, sem engarrafamentos.

As cidades de todo o litoral paulista reforçaram o bloqueio nas estradas para inibir a entrada de turistas nos municípios. Tanto na baixada santista quanto nas cidades do litoral sul e norte do estado, as praias estão fechadas.

Apesar disso tudo, caiu o índice de isolamento social no estado de São Paulo. Era de 54% no dia 3 de abril; nessa quinta-feira, ficou em 47%. O dado é do Simi, O Sistema de Monitoramento Inteligente, que está controlando a movimentação das pessoas pelos telefones celulares. Segundo o Centro de Contingência do Coronavírus, o índice de isolamento deveria ser de 70%.

Nesta sexta-feira, o número de mortes por coronavírus no estado de São Paulo chegou a 540. Em um dia foram confirmadas 44 mortes. O número de casos mais que dobrou em uma semana. Saiu de pouco mais de 4 mil casos no dia 3 de abril para 8.216 casos nesta sexta-feira.

 

 

*Atualizado às 21h43 para inclusão de informações.

Fonte: Ag. Brasil