Conectado por
Rondônia, domingo, 23 de junho de 2024.




Nacional

Datafolha: aprovação de Lula em SP tem tendência de queda; a de Tarcísio apresenta curva positiva


Compartilhe:

Publicado por

em

Quase um ano e meio depois de assumirem os respectivos cargos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador paulista Tarcísio de Freitas apresentam curvas opostas em suas avaliações positivas na maior cidade do país. Pesquisa mais recente feita pelo Datafolha mostra um cenário estável para os dois, porém com uma tendência de queda para aprovação do petista em São Paulo, enquanto a curva de Tarcísio é ascendente.

De acordo com o Datafolha, a aprovação de Lula, que era de 38% em março deste ano, oscilou para 35% neste levantamento. No ano passado, o petista era considerado ótimo ou bom por 45% dos paulistanos. Já a desaprovação do presidente permaneceu com o mesmo índice de março, de 34%. Entre os que consideram o petista “regular”, a oscilação foi de 28%, em março, para 30%, na pesquisa divulgada nesta quinta-feira.

Os números de Lula na capital paulista são próximos aos índices nacionais de aprovação do petista. Pesquisa Datafolha de março deste ano, feita em todo o país, indica que Lula é considerado ótimo ou bom por 35% dos eleitores. São 33% os que o consideram ruim ou péssimo, enquanto 30% avaliam o presidente como regular.

Em São Paulo, enquanto a população do presidente tem tendência negativa, a avaliação do governador Tarcísio de Freitas apresenta curva de alta, apesar de também seguir estável ante ao cenário de março. Para 36% dos eleitores paulistanos, Tarcísio é considerado ótimo ou bom, ante 33% da pesquisa anterior. Em agosto do ano passado, a aprovação do governador era de 30%.

A última pesquisa indica também que 33% consideram o governador regular, uma queda em relação ao índice de 37% em março. Já a desaprovação de Tarcísio segue oscilando em margem similar a do ano passado: foi de 26%, em março, para 28% nesta pesquisa.No ano passado, 27% dos eleitores consideravam o governador ruim ou péssimo.

O Datafolha ouviu 1.092 pessoas, de forma presencial, na segunda e terça-feira. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

Fonte: Exame

Publicidade

Mais notícias

Compartilhe: