Conectado por

Geral

Covid-19: Gestantes e puérperas têm novas recomendações de vacinação

O Ministério da Saúde retomou a vacinação de gestantes e puérperas sem comorbidades. O anúncio foi feito pelo ministro Marcelo Queiroga nesta quinta-feira (08).

A imunização em grávidas e mulheres que acabaram de dar à luz foi suspensa em maio, depois da morte de uma gestante no Rio de Janeiro, que tinha sido vacinada com a Astrazeneca. Agora, a retomada vem com novas recomendações.

Gestantes e puérperas, que ainda não tomaram nenhuma dose de vacina, devem receber apenas as vacinas da Pfizer ou a CoronaVac. Os imunizantes da AstraZeneca ou da Janssen, de dose única, deixam de ser recomendados para essa população.

A exceção é para as gestantes que receberam a primeira dose da vacina da AstraZeneca antes da suspensão. Para essas mulheres, a orientação é que recebam a segunda dose do mesmo imunizante.

Segundo Queiroga, o PNI, o programa Nacional de Imunizações, avaliou que não existem estudos que garantam a chamada vacinação cruzada, ou seja, usar na segunda dose uma vacina diferente da que foi usada na primeira aplicação.  

A vacinação cruzada vinha sendo adotada no Rio de Janeiro para a retomada da vacinação de gestantes há cerca de uma semana.

De acordo com o Ministério da Saúde, 1400 gestantes morreram em função da covid-19. A letalidade entre elas é de cerca de 10%, cinco vezes mais alta que na população em geral, que é de menos de 2%.

Saúde São Paulo 08/07/2021 – 19:55 Bianca Paiva / Guilherme Strozi Eliane Gonçalves – Repórter da Rádio Nacional grávidas perperas vacina quinta-feira, 8 Julho, 2021 – 19:55 1:57

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias