Conectado por

DJ90

Nacional

Covid-19: Brasil chega a marca de 1,8 milhão de pessoas infectadas

Publicado por

em

O Ministério da Saúde divulgou novo balanço dos números da Covid-19 no Brasil nesta sexta-feira (10). O país chegou à marca de 1,8 milhão de pessoas infectadas e o número total de óbitos ultrapassou 70 mil. Foram registrados 1.214 novas mortes e confirmados 45.048 novos casos da doença.

Ao todo, o Brasil já contabiliza 1.800.827 de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Ainda há 4.000 casos em investigação.

Ranking

Com cerca de 212 milhões de habitantes, o Brasil é o segundo país do mundo em número de contagiados e falecidos pela COVID-19, atrás dos Estados Unidos.

A cifra de mortos dobrou em 35 dias (tinha chegado a 35.000 em 5 de junho), com registros elevados em São Paulo (17.442 mortos) e Rio de Janeiro (11.280).

Em termos relativos, o número de mortos por milhão de habitantes é de 335, inferior ao dos Estados Unidos (403,4) e ao da Espanha (607,5). 

Mas em alguns estados, como no Rio de Janeiro (653 mortos por milhão de habitantes), Ceará (742 por milhão) e Amazonas (726 por milhão), o impacto se assemelha ao dos países mais castigados pela pandemia.

Das últimas cinco semanas (excluindo a atual), quatro registraram mais de 7.000 mortos, ou seja, mais de mil por dia, em média.

Confira o avanço da pandemia no Brasil:

Combate à doença

Desde o primeiro óbito por COVID-19, reportado em março, o Brasil não conseguiu dar uma resposta unificada à doença, devido à oposição entre os governadores e prefeitos, favoráveis às medidas de distanciamento social para conter os contágios, e o presidente Jair Bolsonaro, que as critica por seus impactos na economia.

O próprio Bolsonaro, de 65 anos, anunciou esta semana ter sido diagnosticado com a COVID-19, embora tenha mantido a atitude desafiadora diante de uma doença à qual chegou a qualificar de “gripezinha”.

Nas últimas semanas, o presidente participou de vários eventos públicos sem usar máscara.

 

Recorde seguido em BH

Belo Horizonte teve seu segundo dia seguido de recorde no número de mortos por coronavírus em 24 horas. A capital mineira registrou 24 novos óbitos nesta sexta-feira (10) e 23 na quinta-feira (9).

Segundo balanço da prefeitura, BH contabiliza 248 mortes pela doença e 10.618 casos, sendo a cidade mais atingida pela pandemia em Minas. 

 

Fonte: O tempo