Conectado por

Geral

Confiança do consumidor aumenta em dezembro, mas acumula queda no ano

A Fundação Getúlio Vargas divulgou, nesta quarta-feira, o Índice de Confiança do Consumidor de dezembro. Esse indicador é utilizado para identificar a tendência das famílias de consumir em maior ou menor intensidade, o que interfere no desempenho da economia do país.

Segundo os números apresentados pela FGV, o Índice de Confiança do Consumidor em dezembro está em 75,5 pontos — um ligeiro aumento de seis décimos em relação a novembro. No acumulado do ano, o indicador apresenta uma queda de 2,6 pontos.

Para Viviane Seda, que é coordenadora das sondagens da Fundação Getúlio Vargas, esses números mostram que as famílias brasileiras ainda estão em processo de recuperação das perdas econômicas sofridas durante a pandemia de covid-19.

Ainda na análise de Viviane Seda, o leve aumento da confiança do consumidor verificado em dezembro ainda está concentrado nas pessoas que tem mais renda — que conseguem ter alguma expectativa em relação a emprego e melhora da situação financeira.

Os números apresentados pela FGV também mostram que a satisfação das famílias sobre as finanças pessoais caiu quase 3 pontos, atingindo pouco mais de 59 pontos — o valor mais baixo desde abril deste ano.

Os números apresentados pela FGV também mostram que a satisfação das famílias sobre as finanças pessoais diminuiu quase 3 pontos, atingindo pouco mais de 59 pontos — o valor mais baixo desde abril deste ano. E o ímpeto de compras para os próximos meses caiu pela quarta vez consecutiva. Já em relação a situação econômica do país, há mais otimismo. O indicador que mede as expectativas sobre a economia subiu 3,8 pontos.

Economia Brasília 22/12/2021 – 21:43 Jacson Segundo / Beatriz Arcoverde Daniel Ito – Repórter da Rádio Nacional Índice de Confiança do Consumidor (ICC) quarta-feira, 22 Dezembro, 2021 – 21:43 2:29

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias