Conectado por

Nacional

Bolsonaro diz que mulher que o xingou de corrupto em MG ‘não tem cérebro’

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou sobre o episódio de uma cidadã que se aproximou da motociata organizada para ele em Juiz de Fora (MG) e o chamou de “corrupto”.

“Eu tava ali, dei uma parada no meio do percurso, povo conversando, e chegou uma mulher sim, camisa do PT, chamando ‘corrupto’. É o fim da picada, fui chamado de corrupto por uma petista. Queria dar um exemplo aqui mas pode dar problema na justiça. Eles chamam a gente do que eles são”, afirmou o presidente, na live transmitida nesta sexta-feira (15).

A transmissão da live, que geralmente é às quintas, foi transferida para a sexta-feira porque depois da agenda em Juiz de Fora, Bolsonaro foi participar da promulgação da PEC Kamikaze, no Congresso Nacional.

“Tem até um velho ditado que diz: Quem até os 20 não foi de esquerda, não tem coração. Quem depois dos 20 continua de esquerda, não tem cérebro. É o caso dessa pessoa, não tem cérebro. [afina a voz] ‘Corrupto, corrupto’, com PT no peito. E a imprensa não fala que ela é de esquerda”, acrescentou, embora não tenha informado a idade da mulher.

Apesar do que disse o presidente, a cidadã deu uma entrevista para o site UOL após o episódio e deu outra versão. “Em nenhum momento falei palavras de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), conforme alguns veículos têm noticiado. Não sou vinculada a nenhum partido. Só quis expressar o meu sentimento como cidadã”, relatou a mulher.

“Demonstrei a minha insatisfação com a sua política e fui prontamente agredida pelo próprio presidente, que empurrou o meu rosto para trás”, acusou ainda.

O TEMPO agora está em Brasília. Acesse a capa especial da capital federal para acompanhar as notícias dos Três Poderes.
 

Fonte: O tempo

Mais notícias