Conectado por

DJ90

Geral

Uerj apresenta relatório contrário ao relaxamento do distanciamento social no RJ

Publicado por

em

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) se  manifestou contrária às medidas de relaxamento do distanciamento social determinadas pelo governos estadual e municipal.  A Uerj aponta que a letalidade por Covid-19 no estado do Rio é a mais elevada do país, e alerta para o risco de aumento do número de óbitos e de casos da doença com um relaxamento precoce e descoordenado das atividades.

 

No relatório apresentado ao Ministério Público fluminense esta semana, a Comissão de Acompanhamento sobre o Coronavírus da instituição recomenda que o atual decreto estadual seja revogado e novas diretrizes sejam estabelecidas, com base em estudos científicos e ações coordenadas. 

 

O relatório destaca, por exemplo, a enorme dificuldade de se manter o necessário distanciamento entre as pessoas que necessitam do transporte coletivo, situação evidenciada logo após a reabertura inicial das atividades, e o afastamento crescente dos profissionais de saúde vitimados pela Covid-19, com impacto importante na carência desses profissionais.

 

O documento propõe a criação de um comitê com especialistas e técnicos indicados pelas universidades e instituições de pesquisa fluminenses para, com base nos dados disponíveis sobre a pandemia no estado, elaborar normas técnicas aplicáveis a um “novo normal”.

 

E sugere também “o estabelecimento imediato de mecanismos de coordenação, integração e articulação” entre os diversos entes públicos, especialmente Estado e Municípios, para definir as políticas públicas de combate à crise e gestão eficiente dos recursos assistenciais.

Fonte: Ag. Brasil

Publicidade