Conectado por

DJ90

Geral

Serviço de delivery incentiva adoção de animais na cidade do Rio durante isolamento

Publicado por

em

A Prefeitura do Rio de Janeiro lançou um projeto para incentivar a adoção de animais durante o período de isolamento social no município.

 

É o  ‘Entrega Pet’,  um programa que teve início em abril e já ajudou na adoção de 52 animais. O número representa um aumento de 50%, se comparado com a média mensal de adoções. A iniciativa surgiu da dificuldade em fazer os eventos itinerantes de adoção devido a pandemia do coronavírus.

 

Funciona assim: profissionais da prefeitura conversam com os interessados para encontrar um bichinho com o qual tenham afinidade e que se adapte com mais facilidade ao seu futuro lar. Em seguida, a pessoa que pretende adotar pode ver o animal a partir de uma ligação por vídeo chamada. O adotante tem que ser maior de idade. É preciso apresentar  identidade, CPF e comprovante de residência. Para quem está inseguro ou indeciso quanto à ideia de adotar, o subsecretário municipal de bem-estar animal, Roberto de Paula, argumenta que existem animais para todos os perfis de adotantes.

 

A analista de Tecnologia da Informação, Izis Macedo, adotou a cadelinha Arya, que já veio vermifugada, vacinada e com chip de identificação.Para ela, o fato de não ter sido necessário ir até o abrigo durante a quarentena foi decisivo.

 

Já o designer gráfico Lucas Santos adotou o gatinho João. E achou a iniciativa inovadora e estratégica para o momento atual, no qual está sendo preciso se reinventar.

 

Os interessados em participar do programa “Entrega Pet” podem entrar em contato com a Subsecretaria de Bem Estar Animal do Rio, pelo Whatsapp (21)- 99399-3968.

Fonte: Ag. Brasil