Conectado por

Nacional

Seca: Estados do Sul e MS pedem apoio do governo para renegociação de dívidas

Secretários de Agricultura de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e de Mato Grosso do Sul pediram nesta segunda-feira (3) ao secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Guilherme Soria Bastos Filho, em reunião virtual, apoio na renegociação de dívidas e agilidade no pagamento do seguro agrícola aos produtores rurais afetados pela estiagem em seus Estados. 

“Nós estamos direcionando nossas ações para agilizar os decretos de emergência dos municípios e também a elaboração dos laudos para liberação do Proagro. A nossa solicitação principal para o Ministério da Agricultura é a criação de um crédito emergencial para aqueles produtores que perderam sua fonte de renda”, disse, em nota, o secretário da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural de Santa Catarina, Altair Silva.

As regiões extremo oeste, oeste e meio-oeste são as mais afetadas em Santa Catarina, de acordo com a secretaria local. Nesses locais, a média atual de precipitações é de 20,31 e 46 milímetros, respectivamente, ante uma média esperada de 150 mm. A principal preocupação é com a lavoura de milho, cuja quebra deve afetar as cadeias produtivas de carne e leite. Segundo o secretário, no extremo oeste a quebra deve atingir 50%.

No Estado 67 municípios já publicaram decretos de emergência ou se preparam para isso; 1.500 famílias rurais foram prejudicadas. No Paraná, são 144 municípios com decretos ou em vias de publicar decretos de emergência. No Rio Grande do Sul, são 110 municípios afetados.

Ainda esta semana haverá uma nova reunião com a equipe técnica do Ministério da Agricultura para apresentar ações a serem implementadas.

 

Fonte: O tempo

Mais notícias