Conectado por

Nacional

São Paulo impõe passaporte de vacinação em eventos para mais de 500 pessoas

A prefeitura de São Paulo vai impor a partir de setembro a apresentação de um “passaporte” de vacinação com pelo menos uma primeira dose do imunizante contra a Covid-19 para entrar em eventos e shows com público superior a 500 pessoas. A regra foi publicada no Diário Oficial da cidade neste sábado (28). 

A medida é uma versão moderada da anunciada na última segunda-feira pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, que incluiu bares, restaurantes e shopping centers. No entanto, horas depois, a norma se tornou uma recomendação devido às críticas de empresários que tentam se recuperar da pandemia. 

Em meio à retomada da atividade na capital econômica do Brasil, as autoridades estão preocupadas com a ameaça da variante delta, apesar de o impacto do coronavírus parecer atenuado no país.

A norma que vai vigorar na cidade de mais de 12 milhões de habitantes é publicada um dia depois que o Rio de Janeiro decidiu exigir o certificado de vacinação para entrar em locais turísticos, incluindo o Cristo e o Pão de Açúcar. 

O município de São Paulo já aplicou mais de 14 milhões de vacinas e tem 51,6% de seus habitantes totalmente imunizados, segundo dados oficiais. 

O chamado “Passaporte da Vacina”, que também será necessário para acessar estádios de futebol, será implantado por meio de um código QR em um aplicativo do Ministério da Saúde no celular. Também será possível apresentar outros tipos de certificados digitais obtidos em plataformas oficiais ou o cartão físico recebido pelos imunizados. 

O descumprimento desse dispositivo, segundo o texto no Diário Oficial de São Paulo, será punido com multa e até mesmo fechamento dos estabelecimentos.

Fonte: O tempo

Mais notícias