Conectado por

DJ90

Geral

Rio Negro não deve chegar a nível de emergência este ano, mas comunidades ainda podem ser afetadas

Publicado por

em

O Serviço Geológico Brasileiro projeta que neste ano o Rio Negro não deve sair da normalidade.  O terceiro e último Alerta de Cheias Manaus foi apresentado nesta sexta-feira. Entre os meses de junho e julho ocorre o pico das cheias na região.

A previsão é de que o rio atinja até 28,85 metros. A cota de emergência é de 29 metros, o que reduz a possibilidade de inundação na capital.

A pesquisadora responsável pelo Sistema de Alerta Hidrológico do rio Amazonas, Luna Gripp, afirma que, mesmo dentro da normalidade, comunidades ribeirinhas e alguns bairros podem ser afetados pela cheia do rio.

Após a projeção do serviço geológico, a Defesa Civil de Manaus redimensionou o planejamento da operação Cheia 2020 nas áreas passíveis de alagação na cidade de Manaus.

De acordo com o secretário-executivo da Defesa Civil, Cláudio Belém, o monitoramento será mantido, mas a ações ficaram mais focadas em questões estruturais.

A Defesa Civil de Manaus lembra que, mesmo diante do enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, continua com os atendimentos emergenciais, monitoramentos das áreas passíveis de alagação e de risco e a Central de Emergência 199.

Fonte: Ag. Brasil

Publicidade