Conectado por

DJ90

Geral

Passo mais complexo de acordo para produção de vacina contra Covid-19 é incorporação de tecnologia

Publicado por

em

A Fundação Oswaldo Cruz fez uma transmissão online nesta segunda-feira para dar detalhes sobre a parceria com a Universidade de Oxford e a biofarmacêutica AstraZeneca para compra de lotes e transferência de tecnologia da vacina contra a Covid-19.

O diretor de Biomanguinhos, Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos da Fiocruz, Maurício Zuma, avalia que o processo mais complexo da produção da vacina contra a Covid 19, que vai exigir mais adaptações e investimentos da instituição, será o da incorporação da tecnologia.

Zuma participou da transmissão no Canal Saúde, da Fiocruz. O diretor, junto com a presidente, Nísia Trindade, e o vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, Marco Krieger, esclareceram dúvidas da população sobre a parceria.

O acordo com a biofarmacêutica prevê duas etapas de produção. A primeira consiste na produção de mais de 30 milhões de doses antes do término dos ensaios clínicos. Ao fim dos ensaios e com a eficácia da vacina comprovada, o acordo prevê uma segunda etapa, com a produção de mais 70 milhões de doses.

Em paralelo, a Fundação deverá fazer as adequações necessárias em suas instalações para incorporar a produção do Ingrediente Farmacêutico Ativo, com a transferência da Tecnologia.

O vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde, Marco Krieger, explicou a utilização de componentes do vírus no desenvolvimento da vacina pela Universidade de Oxford. 

Nísia Trindade, presidente da Fiocruz, ressaltou que a Fiocruz continua os estudos paralelos de outras vacinas em desenvolvimento.

Os especialistas explicaram que os grupos prioritários que deverão receber a vacina, quando da sua aprovação pela Anvisa, serão estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

 

Segundo a Fiocruz, o Laboratório de Biomanguinhos tem capacidade de produção de 40 milhões de doses mensais da vacina sem prejudicar qualquer outra linha de produção atual, considerando a estrutura já instalada e o aumento da produtividade.

Fonte: Ag. Brasil

Publicidade