Conectado por

DJ90

Geral

Nuvem de gafanhotos ainda está na Argentina; baixa temperatura mudou trajeto

Publicado por

em

É remota a possibilidade de chegada da nuvem de gafanhotos a Santa Catarina. Os insetos ainda estão na província de Corrientes, na Argentina, e, de acordo com o governo do estado, nas últimas 24 horas não avançaram por causa das baixas temperaturas. Estudos de projeção apontam que os insetos devem seguir para o Uruguai.

O monitoramento vem sendo feito por pesquisadores da Epagri, Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina. Os estudos se baseiam no comportamento da espécie e medidas climáticas da região. Segundo as projeções, os insetos poderão chegar nos próximos três dias ao Departamento de Rivera, no norte do Uruguai.

O acompanhamento também tem como base informações repassadas pelo Serviço Nacional de Segurança e Qualidade Alimentar da Argentina, Ministério da Agricultura do Brasil e Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul.

A secretaria de Agricultura de Santa Catarina tem alertado produtores para que não usem agrotóxicos preventivamente. Segundo a pasta, o uso indiscriminado dos produtos nesta fase pode ser desperdício, além de causar impactos negativos no meio ambiente, atingindo insetos polinizadores e prejudicando diversas culturas.

Na última quinta-feira, uma portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento declarou estado de emergência fitossanitária nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina para implementação do plano de supressão da praga nas áreas produtoras, além de adoção de medidas emergenciais.

O estado de emergência tem duração de um ano e, segundo o Ministério, tem caráter preventivo.

Fonte: Ag. Brasil