Conectado por

Nacional

Na COP26, governos e investidores tentam financiar um mundo sem carbono

Nesta terça-feira, 2, mais de 30 instituições financeiras se comprometeram a não investir em empresas ligadas a desmatamento. Elas controlam 8,7 trilhões de dólares em ativos. O anúncio foi feito durante a COP26, a Conferência do Clima da ONU, em Glasgow, na Escócia. Não chega a ser uma surpresa para os participantes do evento.

A COP26 já está sendo considerada a COP das finanças. Boa parte das discussões em Glasgow entre governos, empresas e o setor financeiro giram em torno de como financiar a transição para a economia de baixo carbono. ´´Quem está dando as cartas aqui é o mercado financeiro´´, afirma Mário Mantovani, superintendente da ONG SOS Mata Atlântica e veterano de COPs – só não esteve em uma.

Confira, no resumo de hoje da cobertura especial da COP26, uma parceria entre a EXAME e a Rede Brasil do Pacto Global, como o mercado financeiro e os bancos de desenvolvimento estão se movimentando para entrar nessa transição.

Fonte: Exame

Mais notícias