Conectado por

Nacional

Mulher trans é eleita Miss Cuiabá 2021 pela primeira vez

A cabelereira e maquiadora Isabelle Castro, 27, foi eleita Miss Cuiabá CNB 2021 na noite da última quinta-feira (14), em evento no Cine Teatro Cuiabá. Ela foi a primeira mulher trans a ganhar o título na capital mato-grossense. Isa, como prefere ser chamada, relatou ao portal g1 ter tido o apoio de familiares e amigos.

Ela ainda afirmou que, apesar de ser a única mulher trans na disputa, não sofreu preconceito por parte das outras concorrentes ou da organização do concurso. O mesmo não pode ser dito, porém, da reação do público pela internet.

A página do concurso nas redes sociais recebeu vários ataques transfóbicos depois que postou uma foto dos ganhadores do concurso. A administração afirmou que  todos os ataques transfóbicos contra a miss serão encaminhados à Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos, e pediu investigação e punição dos agressores.

Candidata derrotada questiona

Uma das candidatas ao Miss Cuiabá conversou, sem ter seu nome identificado, com o portal de notícias VGN. Ela reclama que Isa não se enquadra nos critérios. Segundo o regulamento, os candidatos devem: “Ser de nacionalidade brasileira ou naturalizada; ter nascido do sexo feminino e masculino; ter entre 17 e 26 anos Miss (feminino) e ter entre 18 a 33 anos Mister (Masculino)”.

A jovem alega ao VGN que, por não estar no regulamento, e Isabelle não ter trocado de sexo, ela não deveria ter participado do concurso, e muito menos ganhado. 

A organização do evento esclareceu que para participar do concurso, “basta comprovar pela Lei do Brasil que ela é mulher”. “E a documentação da ganhadora é toda no feminino”, explicou um dos promotores, acrescentando que se ela é operada ou não é uma “questão de foro íntimo”.

Fonte: O tempo

Mais notícias