Conectado por

Nacional

Motores do avião de Marília Mendonça mudam de destino e agora vão para Brasília

Os motores do avião que caiu em Caratinga, na Zona da Mata, e causou a morte da cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas, na última sexta-feira (5), não serão mais levados para Goiânia (GO), conforme anunciado mais cedo, nesta quarta-feira (10), pela Força Aérea Brasileira (FAB), mas sim para Brasília.

De acordo com nota divulgada nesta noite, a mudança entre as cidades ocorreu devido a “uma questão técnica definida em conjunto com a fabricante dos motores”.

Os motores estão sendo transportados para a sede do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), na capital do país.

“A sequência do transporte e o destino final para o processo de análise do material será divulgado oportunamente”, complementa a nota divulgada pela Aeronáutica.

Os motores podem ser peça chave da investigação, já que a polícia encontrou um cabo enrolado nas hélices do avião bimotor.

Ainda segundo o órgão, os outros destroços da aeronave foram encaminhados para a sede do Terceiro Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA III), no Rio de Janeiro.

Prevenção de novos acidentes

Ainda de acordo com a FAB, o principal objetivo das investigações promovidas pelo Cenipa é a prevenção de novos acidentes com características semelhantes ao que vitimou a cantora em Minas Gerais.

“A conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade de cada ocorrência e, ainda, da necessidade de descobrir os fatores contribuintes”, finaliza o órgão.

Fonte: O tempo

Mais notícias