Conectado por

DJ90

Geral

Mortes por Covid-19 chegam a 13.149; Ministério adia diretrizes sobre isolamento

Publicado por

em

O Ministério da Saúde cancelou nesta quarta-feira (13) a divulgação das diretrizes para definição de níveis de isolamento social a serem aplicadas por estados e municípios.

 

O órgão disse que ainda não foi obtido consenso entre a pasta e os Conselhos de Secretários de Saúde estaduais e municipais.

 

O Ministério afirmou que as discussões serão aprofundadas observando as diversas realidades locais e cenários diferenciados em relação à Covid-19.

 

Em nota, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde – Conass  – e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde  – Conasems – classificaram como  inoportuna a pactuação e publicação de uma matriz de risco a respeito de isolamento social, especialmente devido ao crescimento diário do número de casos e de mortes pelo coronavírus.

 

Para os conselhos, a mensagem sobre o isolamento social deve ser clara e objetiva. Eles fizeram ainda um apelo ao Ministério da Saúde para que o Gabinete de Crise seja imediatamente recomposto, e que a gestão tripartite da emergência em saúde pública, que reúne os três níveis de governo – União, Estados e Municípios, seja retomada e fortalecida.

 

Só nessa quarta-feira, foram registradas 749 mortes pelo novo coronavírus no Brasil. O número é 10 vezes maior que o de vítimas do acidente com o vôo da Chapecoense, em 2016, que matou 71 pessoas. No total, já foram 13.149 vítimas da Covid-19 no país. A letalidade é de 7% dos contaminados.

 

O número de contaminados chegou a quase 189 mil no Brasil. Desses, mais de 11 mil casos foram registrados nesta quarta. São Paulo é o estado com maior número de contaminados, com mais de 51 mil, seguido do Ceará, com 19 mil, Rio de Janeiro, 18 mil, e o Amazonas, 15 mil.

Fonte: Ag. Brasil