Conectado por

DJ90

Geral

Mortes por coronavírus sobem 18% em um dia; são 941 óbitos no Brasil

Publicado por

em

O número de mortos pelo Coronavírus cresceu 18% de quarta para quinta-feira no Brasil, com 141 novos óbitos registrados. Já são 941 mortes em todo país. O número de confirmados aumentou em 1.930 casos, chegando a 17.857 pessoas infectadas. A letalidade também aumentou para 5,3% dos contaminados.

Tocantins continua sendo o único estado sem casos fatais da doença. São Paulo lidera, com 7.489 casos e 496 mortes, seguido do Rio de Janeiro, com 2.216 contaminados e 122 óbitos.

Já são 3.871 hospitalizados pela Covid-19 no país. Outras 27.842 pessoas internadas por SRAG – a Síndrome Respiratória Aguda Grave – estão em investigação e podem também terem sido contaminadas pela coronavírus.

Wanderson de Oliveira, secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, afirma que todas as pessoas que estão sendo internadas por causa da síndrome devem ser testadas para a Covid-19.

“Temos registrado no nosso sistema mais de 120 mil notificações para investigação de SRAG, e nós enviamos agora, estamos distribuindo 320 mil testes. Então é um quantitativo suficiente, desde que seja direcionado para essa finalidade. O município ou estado que já testou tudo o que tinha para SRAG, não tem problema testar outras situações, mas primeiro deve priorizar casos internados”.

Sobre a abertura do isolamento social, Wanderson reafirma que não cabe ao Ministério a definição da estratégia, e sim aos gestores locais.

“As medidas nos parecem ter um efeito muito positivo, elas estão fazendo efeito nos locais onde há uma incidência maior de casos de coronavírus, e assim estamos acompanhando com gestores estaduais e municipais. Mas nós não vamos entrar no mérito se deve abrir na segunda, terça ou quarta-feira, a responsabilidade é do gestor local. E nós estamos à disposição para refletir conjuntamente com esses gestores”.

O Ministério da Saúde orienta que nas áreas de maior incidência da Covid-19, não se deve deixar o isolamento social, como a região metropolitana de Fortaleza, Manaus, São Paulo e Rio de Janeiro.

Dados da Organização Mundial da Saúde dessa quinta-feira indicam que 1,436 milhão de pessoas foram contaminadas pelo coronavírus no planeta, com mais de 85 mil mortes.

Fonte: Ag. Brasil