Conectado por

Geral

Ministra vai ao Rio acompanhar caso de estupro no parto

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Britto, esteve nesta quinta-feira (21) na Delegacia de Atendimento à Mulher, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Entre os assuntos tratados no encontro, estão a possibilidade de aperfeiçoamento da rede de proteção às mulheres na cidade.

Ela veio acompanhar a repercussão do caso recente de violação aos direitos das mulheres: o estupro de uma parturiente no Hospital da Mulher Heloneida Studart, crime que é investigado pela polícia. Cristiane Britto falou sobre as condutas praticadas pelo criminoso e enumerou os cuidados dispensados à família.

A titular da pasta de direitos humanos falou sobre quais serão os próximos passos para que direitos como o de que pacientes tenham acompanhantes durante toda a duração do parto, sejam garantidos.

O médico anestesista Giovanni Quintella Bezerra, foi denunciado pelo crime de estupro de vulnerável contra uma mulher que havia acabado de dar à luz no último dia 10. 

Direitos Humanos Rio de Janeiro 21/07/2022 – 18:20 Raquel Mariano / Guilherme Strozi Tatiana Alves – Repórter da Rádio Nacional ministra mulher Estupro parto Cristiane Britto quinta-feira, 21 Julho, 2022 – 18:20 113:00

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias