Conectado por

DJ90

Nacional

Médicos que atuam no combate ao coronavírus ganham casamento em hospital; veja

Publicado por

em

Um casal de médicos que atua na linha de frente do combate ao novo coronavírus ganhou um casamento surpresa no hospital onde trabalham, em Niterói, no Rio de Janeiro.

A ideia foi de Ricardo Carvalho, que surpreendeu os colegas Katherine Carvalho, que já foi diagnosticada com Covid-19, e o seu então namorado, Frederico Salgado. A dermatologista de 31 anos e o cirurgião-geral de 32 planejavam se casar no dia 15 de maio, mas tiveram que cancelar a celebração da união devido a pandemia.

Apesar de terem remarcado o evento para outubro, eles evidenciaram a alegria ao gesto do colega, veja: 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

💪🏼😍😷🥰❤️🧡💛💚💙O médico Ricardo Carvalho fez o casamento surpresa dos colegas Katherine Carvalho, dermatologista de 31 anos e Frederico Salgado Soya, cirurgião-geral de 32 anos, dentro do hospital. A união dos dois estava marcada para o último dia 15, mas eles tiveram que remarcar para 23 de outubro, por causa da pandemia. O casamento dos trabalhadores da linha de frente foi no CHN, Complexo Hospitalar de Niterói, no Rio de Janeiro. Os convidados foram os plantonistas, que junto com o casal, lutam para salvar vidas nessa pandemia. Parabéns aos noivos e à equipe, que teve essa bela ideia e levou bolo, buquê e véu simbólicos, feitos de TNT. 👏🏼👏🏼👏🏼🙌🏼😀😷 Que vocês sejam muito felizes @katherine_contage ❤️❤️❤️❤️Leia a matéria completa no SoNoticiaBoa.com.br #sonoticiaboa #goodnews #casamento #medicos #hospital #cnh #riodejaneiro #amor #festa #linhadefrente #covid19 #coronavirus #pandemia 🎥 #Repost @eusoudeniteroi ・・・ Plantonistas do CHN (Complexo Hospitalar de Niterói) se reúnem para fazer cerimônia surpresa de casamento para médicos, que tiveram que adiar a cerimônia por causa da Covid-19.

Uma publicação compartilhada por Só Notícia Boa (GoodNews-Br) (@sonoticiaboa) em

“O Fred é festeiro. Nós nos conhecemos há oito anos, na universidade, e moramos juntos há três. Fazemos plantão às sextas, cuidando de pacientes com coronavírus. Eu tive a Covid-19. Não sei se conseguiremos fazer a festa em outubro, mas há coisas muito mais importantes que isso”, disse Katherine ao jornal O Globo.

A festa aconteceu no dia 15 de maio, no Complexo Hospitalar de Niterói.

Fonte: O tempo