Conectado por

DJ90

Nacional

Mais de 80% dos diagnosticados com Covid-19 em BH já se recuperaram

Publicado por

em

Números da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte apontam que, dos 3.548 pacientes confirmados com a Covid-19, 80,15% já estão recuperados da doença. Até essa quarta-feira (17), 2.844 pessoas estavam livres do novo coronavírus.

Para o secretário de Saúde da capital, Jackson Machado, a atenção primária é um dos fatores preponderantes para os índices, já que o cuidado contínuo da saúde, principalmente de pessoas com comorbidades que tornam a Covid-19 mais perigosa, é essencial para o sucesso no tratamento da doença. “BH é o único município brasileiro com mais de 1 milhão de habitantes com 100% de cobertura da atenção primária, isso significa dizer que essa atenção tem um papel fundamental na manutenção da saúde das pessoas”, destaca.

Machado também atribui ao cumprimento das medidas de distanciamento social pelos belo-horizontinos os bons resultados na pandemia. “Esse nível de isolamento faz com que a doença não se espalhe tanto e as pessoas mais suscetíveis a casos mais graves não tenham sido comprometidas”, detalha.

De acordo com o último boletim da PBH, todos os 82 óbitos ocorridos na cidade foram de pacientes com, pelo menos, uma comorbidade. Destes, 61 deles eram maiores de 60 anos, sendo a idade o fator de risco de maior incidência entre os óbitos na capital. Em seguida, os fatores de risco mais presentes em infectados que morreram são cardiopatia, com 37, diabetes, com 33, e pneumopatias, com 17.

Em Minas Gerais, o índice de recuperados é menor. Dos 24.906 casos confirmados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta quinta-feira (18), cerca de 54% já estão curados, o que corresponde a 13.678 pessoas. Outros 10.658 casos confirmados permanecem em acompanhamento no Estado.

Já o índice no Brasil é mais baixo, com 48% dos casos representados por pacientes já recuperados. No boletim epidemiológico mais recente, divulgado nessa quarta-feira, foram confirmados 32.188 novos casos, elevando o número de confirmados para 955.377, dos quais 463.474 estão curados e 445.393 permanecem em acompanhamento.

Óbitos

Até esta quinta-feira, 570 pessoas já morreram em Minas Gerais vítimas da Covid-19. O Estado é o segundo no Brasil com menor coeficiente de mortalidade, com 2,5 óbitos a cada 100 mil habitantes. A letalidade é de 2,3%.

Das vítimas mortas da Covid-19 em Minas, 84% tinham comorbidades. A mais frequente entre elas é a hipertensão, com 209 pessoas apresentando essa condição prévia. Em seguida, vê, doenças cardiovasculares, com 184 pacientes, diabetes, com 164, e pneumopatia, com 85.

No Brasil, foram confirmados até quarta-feira 46.510 óbitos por Covid-19, com 1.269 novas mortes anotadas entre terça-feira e quarta. A letalidade da doença é de 4,9%, enquanto a mortalidade é de 22,1 a cada 100 mil habitantes.

Fonte: O tempo

Publicidade