Conectado por

Geral

Incêndio no Museu da Língua Portuguesa completa seis anos

O fogo tomou conta do Museu da Língua Portuguesa, na região central de São Paulo, na tarde de 21 de dezembro de 2015. O princípio do incêndio foi registrado pelas câmeras de segurança. Um bombeiro civil que trabalhava para controlar as chamas sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.

Ouça também na Radioagência Nacional: Museu da Língua Portuguesa reabre após seis anos

O Museu da Língua Portuguesa foi inaugurado em março de 2006, na Estação da Luz, com a proposta de se dedicar totalmente a um único idioma. Com um acervo moderno, digital, foi criado com o objetivo de valorizar a diversidade da língua portuguesa. De 2006 a 2015, o museu recebeu quase quatro milhões de visitantes.

No dia do acidente, o local estava fechado para visitação e passava por reparos na iluminação. O Corpo de Bombeiros trabalhou no combate ao fogo por três horas. O brigadista Ronaldo Pereira da Cruz, de 39 anos, foi encontrado desacordado, chegou a ser socorrido mas não resistiu. Em nota, o museu afirmou que cumpria regularmente com todas as rotinas de segurança e contava com seguro contra incêndio.

Um mês depois, em janeiro de 2016, o governo de São Paulo assinou um convênio com a iniciativa privada para reconstrução do espaço. As obras duraram três anos. A reforma do prédio histórico incluiu a restauração do telhado, da fachada e das esquadrias.

Em julho de 2019, a Polícia Civil de São Paulo concluiu o inquérito sobre as causas do incêndio. De acordo com o laudo, um defeito em um dos holofotes deu início às chamas. Ninguém foi indiciado.

História Hoje

Redação: Beatriz Evaristo

Sonoplastia: Messias Melo

Apresentação: Dilson Santa Fé

Geral Brasília 21/12/2021 – 13:35 Nathália Mendes Rádio Nacional Museu da Língua Portuguesa terça-feira, 21 Dezembro, 2021 – 13:35 1:58

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias