Conectado por

Nacional

IML de BH analisa amostras de Marília Mendonça e vítimas de acidente

Embora a investigação sobre o acidente aéreo que vitimou Marília Mendonça e mais quatro pessoas nesta sexta-feira (5) seja conduzida pela equipe da Polícia Civil em Caratinga, parte do processo está sendo desenvolvido em Belo Horizonte. As amostras dos corpos foram enviadas para a capital mineira para exames toxicológicos e complementares.

 José Roberto Rezende, médico legista e assessor da diretoria do Instituto Médico Legal de Belo Horizonte, explica que esses exames são necessários sempre que há acidentes, sejam eles de trânsito ou aeronáuticos.

“Alguns exames só podem ser feitos aqui em Belo Horizonte porque o nosso laboratório central fica aqui situado. Os equipamentos que dispomos são de última tecnologia, são modernos e dão grande fidedignidade aos resultados dos exames”, afirmou o legista.

Em até 15 dias, os resultados desses exames devem ficar prontos, de acordo com Rezende. “Isso é necessário para que haja descarte de que quaisquer dos pilotos e passageiros na aeronave pudessem estar sob efeito de alguma substância psicotrópica que seja ela licita ou ilícita, para que tudo fique devidamente registrado e a verdade dos fatos seja mostrada”, explicou.

 

Fonte: O tempo

Mais notícias