Conectado por

Geral

Ibama confirma a presença no Brasil das aves invasoras estorninhos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), confirmou na última semana a presença no Brasil do pássaro de espécie Sturnus vulgaris, conhecida por estorninho. Considerada de caráter invasor, o primeiro registro da ave no país ocorreu em 2014. Atualmente, a presença está restrita a municípios gaúchos que fazem fronteira com o Uruguai.

Segundo comunicado do Ibama, a invasão de estorninhos está em estágio inicial, e, por isso, o instituto está reunindo informações sobre a biologia e extensão da espécie. 

Para conhecer mais sobre esta ave, conversamos com o professor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília, Miguel Ângelo Marini, especialista em ecologia e comportamento animal. O biólogo explica que o estorninho é uma espécie natural da Europa, Ásia, Oriente Médio e Norte da África. No entanto, a ave foi introduzida em vários locais do mundo e se adapta muito bem por ter as seguintes características: come de tudo; gosta de ambientes abertos; vive em bandos e põe de quatro a seis ovos por ninhada. 

O professor Miguel Ângelo Marini afirma ainda que, caso a espécie entre em ambientes naturais, um possível impacto indireto será a competição com as aves nativas por espaço, locais de fazer ninho e alimentos. Sobre ameaças às lavouras, ela ressalta que ainda são necessários estudos. Como não há controle para a espécie invasora, o especialista explica que a melhor prevenção é o combate ao desmatamento.

O Ibama ressalta que o combate às invasões biológicas é uma das principais medidas de proteção à biodiversidade nativa e um compromisso assumido pelo país junto as Nações Unidas. 

Meio Ambiente Brasília 25/12/2021 – 11:03 Jacson Segundo / Beatriz Arcoverde Daniella Longuinho – Repórter da Rádio Nacional estorninhos Ibama sábado, 25 Dezembro, 2021 – 11:03 3:19

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias