Conectado por

Nacional

Grupo Sabin compra parte do Grupo Doyon e avança no centro-oeste

O Grupo Sabin, referência em medicina diagnóstica no Brasil, acaba de anunciar sua 29ª aquisição desde 2012, desta vez com a compra dos serviços de análises clínicas do Grupo Doyon, no Mato Grosso.

A aquisição está inserida no plano de crescimento do Sabin, iniciado em 2012, quando o projeto ganhou força. Nesse ciclo de 9 anos, o grupo já investiu mais de R$ 400 milhões em aquisição de laboratórios e serviços de imagem.

“Expandir a nossa marca é muito mais do que crescer como empresa. Estamos crescendo como um grupo genuinamente comprometido em entregar saúde de qualidade e excelência aos brasileiros”, diz a presidente executiva do Grupo Sabin, Lídia Abdalla.

Com presença em 12 estados, mais Distrito Federal, o Grupo Sabin chegou ao Mato Grosso, em 2019, com a compra do Laboratório Carlos Chagas, o maior laboratório de análises clínicas do estado. Agora, é o próprio laboratório que realiza a compra da vertical de análises clínicas do Grupo Doyon que tem cinco unidades localizadas na região de Tangará da Serra, além de unidades de atendimento em Sapezal, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis e Nova Olímpia, atendendo mais de 70.000 pacientes por ano. Com esta aquisição o Grupo Sabin passa a ter presença em 58 cidades brasileiras.

Esta é a segunda aquisição do Sabin em 2021 e, somado aos planos de crescimento orgânico próximo às regiões onde já atua, pretende romper o marco de atendimento de 6 milhões de clientes atendidos ao ano. “Estamos avaliando também outros negócios e vislumbrando novas oportunidades em outras regiões brasileiras, além de ampliar nosso atendimento à cadeia produtiva da saúde, atendendo hospitais de referência em diferentes cidades do país. Estamos também investindo na ampliação de nosso Centro de Saúde Digital – o Rita Saúde que tem como proposta de valor ampliar o acesso à saúde”, afirma Lídia.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Fonte: Exame

Mais notícias