Conectado por

Nacional

GPA tem prejuízo de R$ 88 milhões no 3º trimestre

O GPA, dono da bandeira Pão de Açúcar, divulgou nesta quarta-feira que teve prejuízo líquido de 88 milhões de reais no terceiro trimestre, pior do que o resultado negativo de 63 milhões registrado um ano antes.

A companhia teve desempenho operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado de 794 milhões de reais, recuo de 15,9% ano a ano.

 Aproveite a nova temporada de balanços para investir! Baixe o e-book gratuito “Indicadores de valor: como ler o balanço de uma empresa”

A receita líquida da companhia que além do Brasil tem operações na Colômbia, Uruguai e Argentina, ficou quase estável no período, somando cerca de 12 bilhões de reais.

A margem bruta do GPA, controlador do grupo colombiano Éxito, recuou de 25,9% para 24,6%.

A empresa, que no mês passado anunciou sua saída do segmento de hipermercados em meio aos impactos da pandemia e do comércio eletrônico sobre as vendas no varejo físico, disse que as vendas mesmas lojas no Brasil caíram 0,3% no trimestre ante mesmo período de 2020 e que subiram 8,4% no comparativo com 2019. O dado não inclui o desempenho de hipermercados e de drogarias.

A venda mesmas lojas da rede Pão de Açúcar recuou 3,6% sobre 2020, enquanto as das bandeiras de proximidade, uma das principais apostas da empresa, disparam 12,1% no período. Enquanto isso, as vendas mesmas lojas do Éxito subiram 15,7%.

O grupo terminou setembro com 1.488 lojas, ante 1.508 no final do terceiro trimestre do ano passado.

Assine a EXAME e fique por dentro das principais notícias que afetam o seu bolso.

Fonte: Exame

Mais notícias