Conectado por

DJ90

Geral

Força Nacional atuará por mais 180 dias na terra indígena Vale do Javari, no Amazonas

Publicado por

em

O Ministério da Justiça prorrogou, por 180 dias, a presença da Força Nacional de Segurança Pública na Terra Indígena Vale do Javari, no sudoeste do estado do Amazonas. A Força Nacional deve manter o apoio a agentes da Funai, Fundação Nacional do Índio, para garantir a segurança dos povos indígenas e dos servidores públicos.

Inicialmente o trabalho conjunto seria do dia 6 de dezembro do ano passado até essa terça-feira, dia 2. O novo prazo começa a valer nesta quarta-feira e vai até o dia 29 de novembro. A Terra Indígena Vale do Javari abriga 26 povos. Parte deles vive em situação de isolamento voluntário. A área sofre pressão de caçadores e outros grupos que querem explorar ilegalmente madeira e minério.

A Força Nacional atua na localidade para garantir a integridade física e moral dos povos indígenas isolados e de recente contato, e também dos servidores da Funai que atuam nas Frentes de Proteção Etnoambiental localizadas na região do Rio Ituí.

A área está sob forte tensão desde o ano passado, quando ocorreram ataques às bases de proteção do Vale do Javari. Em setembro, o trabalhador da Funai Maxciel Pereira dos Santos foi executado a tiros em Tabatinga, que fica na mesma região. A própria Funai comunicou à Polícia Federal sobre os atos violentos para pedir investigação.

O envio da Força Nacional de Segurança atende a uma decisão da Justiça Federal, para que a União garantisse apoio operacional às equipes da Frente de Proteção Etnoambiental da região. Se isso não ocorresse, a pena prevista seria de multa no valor de R$ 10 mil reais.

Fonte: Ag. Brasil

Publicidade