Conectado por

Geral

Fecomércio estima criação de 35 mil empregos em outubro-novembro em SP

Está chegando a época que mais movimenta o comércio, o final de ano, com Black Friday, Natal, Reveillon e o décimo terceiro salário na conta. Tudo isso, aliado à flexibilização de medidas e redução dos números da Covid, está apontando para o aquecimento das vendas e a contratação de trabalhadores no comércio.

Em São Paulo, a geração de vagas de emprego no varejo é positiva, mas desacelerou em setembro. Com quase 15 mil novos empregos com carteira assinada, é a menor evolução mensal desde abril. Os dados são da Pesquisa do Emprego no Estado de São Paulo, realizada pela Fecomercio-SP, que entende que a desaceleração foi motivada pela alta da inflação, dos juros e do endividamento familiar.

Mesmo assim, a entidade estima que a criação de cerca de 35 mil empregos formais no bimestre outubro-novembro, o que estaria próximo do registrado em 2019, período anterior à pandemia.

No Distrito Federal, a proximidade do Natal também costuma impulsionar a contratação de temporários. Segundo a Fecomércio de Brasília, 18% dos empresários têm intenção de contratar trabalhadores para as demandas deste Natal. De acordo com o presidente da entidade, José Aparecido Freire, a expectativa é a criação de mil e oitocentas vagas até a primeira quinzena de dezembro.

Já em Minas Gerais, 12% dos empresários pretendem contratar funcionários por período determinado neste fim de ano. Segundo a Fecomércio mineira, a oferta de vagas será maior ou igual ao ano passado, principalmente para cargos como vendedores, operadores de caixa e estoquistas.

Economia Brasília 12/11/2021 – 15:58 Leandro Martins – Repórter da Rádio Nacional comércio Emprego Trabalho sexta-feira, 12 Novembro, 2021 – 15:58 2:06

Fonte: Ag. Brasil

Mais notícias