Conectado por

DJ90

Nacional

El Salvador: governo denuncia campanha para reabrir empresas na pandemia

Publicado por

em

O presidente de El Salvador, Nayib Bukele, disse neste sábado, 6, que há uma campanha de empresas privadas para reabrir negócios não essenciais sem autorização do governo em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Há uma campanha orquestrada do ex-representante do setor privado, agora partido político ANEP, de a partir da segunda pode-se abrir negócios não essenciais”, denunciou Bukele no Twitter.

O presidente salvadorenho anunciou no início de maio que não reconheceria a autoridade do presidente da Associação Nacional da Empresa Privada (ANEP), Javier Simán, a quem acusa reiteradamente de sabotar o trabalho de seu governo.

Simán tem sido um duro crítico das políticas governamentais de enfrentamento da covid-19, censurando em especial a decisão do chefe de Estado de impor uma quarentena domiciliar para restringir a mobilidade da população e não permitir a abertura gradual de comércios e empresas.

Em virtude dessa quarentena provocada pelo novo coronavírus, o governo só permitiu o funcionamento de farmácias, supermercados e mercados públicos, bancos, empresas de serviços básicos como de energia elétrica e telefonia, assim como indústrias de alimentos e de distribuição de água envasada, restaurantes apenas com entrega a domicílio, entre outros.

No entanto, o transporte público não funciona e lojas de roupas, de eletrodomésticos, de utilidades do lar, salões de beleza e outros considerados não essenciais não podem abrir por determinação do governo.

Bukele deixou claro que as empresas ou negócios que abrirem sem autorização governamental correm o risco de ser sancionadas ou fechadas permanentemente.

“A economia começará a abrir em fases, ordenadas e com protocolos sanitários”, afirmou o presidente, embora até o momento não haja uma data precisa de quando pode começar uma fase de abertura de empresas e negócios.

El Salvador registrou até este sábado 2.934 casos de COVID-19, com 53 mortos e 1.281 recuperados, segundo cifras oficiais.

El Salvador: chuvas nesta semana já levaram a pelo menos 30 mortosAFP/AFP Photo

Coronavírus e chuvas intensas

Em meio a pandemia, El Salvador também sofre nos últimos dias com chuvas que se estenderam durante a semana e já se transformam em uma nova tragédia. Chega a 30 o número de pessoas falecidas devido às chuvas no país desde o domingo passado.

“Não há um único local no território que não tenha sido afetado pelas chuvas”, acrescentou em comunicado a chefe de gabinete do governo, Carolina Recinos.

As autoridades também registraram um desaparecido, além de 12.651 refugiadas em 325 albergues em todo o país.

Ao longo da semana, o território salvadorenho tem sofrido com chuvas, às vezes intensas, que causaram 600 inundações, deslizamentos de terra ou desabamentos.

Segundo informes preliminares das autoridades, as chuvas causaram em todo o país danos de diferentes níveis em pelo menos 3.000 casas, 99 instalações da rede pública de saúde, além de quinze pontes, algumas situadas em importantes rodovias do país.

The post El Salvador: governo denuncia campanha para reabrir empresas na pandemia appeared first on Exame.

Fonte: Exame

Publicidade