Conectado por
Rondônia, quinta, 04 de julho de 2024.




Nacional

É marinheiro de primeira máscara? Veja os cuidados para evitar contaminação


Compartilhe:

Publicado por

em

A máscara, seja ela cirúrgica ou fabricada artesanalmente, tem sido cada vez mais utilizada pelas pessoas no dia a dia. A prática se intensificou depois das recomendações das autoridades de saúde, preocupadas com o aumento dos casos do coronavírus no país. Por se tratar de um costume relativamente novo para os brasileiros, muitos não têm tomado o cuidado correto para evitar a contaminação do equipamento de proteção.

É preciso ter atenção e fazer a correta higienização tanto para colocar quanto para tirar a máscara. E mais do que isso. Não toque nela durante o manuseio. Para ajudar os “marinheiros de primeiras máscaras”, O TEMPO reuniu informações segundo o protocolo do Ministério da Saúde e reforçadas por infectologistas (veja abaixo).

A máscara é um reforço contra a disseminação da Covid-19, afinal, ela retém grande parte das gotículas dispersadas por um infectado, da mesma forma que protege uma pessoa sadia. No entanto, não pode ser vista como um instrumento para baixar a guarda. 

A máscara pode passar a falsa impressão de que todo mundo pode sair de casa, criando uma redução do isolamento social. “Isso não existe. A recomendação permanece. A máscara é para ser utilizada em situações específicas, quando a pessoa precisa sair de casa por necessidades básicas”, alerta o médico infectologista André Fernando.

NO DIA A DIA
Recomendações para o uso da máscara

COMO COLOCAR
– Antes de colocar a máscara e também após ajustá-la no rosto, lave as mãos com água e sabão (ou produto à base de álcool)

COMO RETIRAR
– Para remover a máscara, retire-a pelos elásticos, tomando bastante cuidado para não tocar na superfície interna 

COMO USAR 
– A máscara deve ser ajustada de maneira que cubra a boca e o nariz 
– Cuidado para não tocar na frente da máscara, que fica em contato com o ambiente 
– Ela deve ser usada por um período máximo de duas horas. Se molhar, faça a troca 
– Se tossir ou espirrar, não há a necessidade de trocar ou descartar a máscara (se for de pano, lavar assim que possível) 

COMO GUARDAR 
– Acondicione a máscara usada em um saco plástico ou em um envelope de papel, para posterior lavagem 
– Máscaras cirúrgicas devem ser descartadas após o uso 

COMO LIMPAR
– As máscaras caseiras, de pano, podem ser higienizadas em uma solução feita com a seguinte proporção: água (2 litros) e água sanitária (uma tampinha) Depois, lave com água e sabão e enxágue

FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE/INFECTOLOGISTA ANDRÉ FERNANDO

Fonte: O tempo

Publicidade

Mais notícias

Compartilhe: