Conectado por

DJ90

Nacional

Defesa de Moro critica postura da AGU e cobra divulgação do vídeo da reunião

Publicado por

em

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro, através de seus advogados, afirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) omitiu trechos da reunião ministerial em petição apresentada ao STF pedindo a divulgação parcial do vídeo.

O advogado de Moro, Rodrigo Sanchez Rios, afirmou que a transcrição parcial da reunião revela uma “disparidade de armas”, termo usado no mundo jurídico para caracterizar a desigualdade de acesso a informações relativas às partes de uma ação.

“A transcrição parcial revela disparidade de armas, pois demonstra que a AGU tem acesso ao vídeo, enquanto a defesa de Sergio Moro não tem”, afirmou Rios em nota.

Na noite desta quinta-feira, após a nota oficial de seu advogado, o próprio Sergio Moro foi ao Twitter para se manifestar sobre a divulgação parcial da transcrição das falas de Bolsonaro durante a reunião ministerial do dia 22 de abril.

 

 

De acordo com o advogado de Moro, apesar da petição conter transcrições literais de trechos das declarações do presidente, elas omitem o contexto em que foram ditas e “trechos relevantes para a adequada compreensão”.

“A transcrição parcial que busca apenas reforçar a tese da defesa do Presidente reforça a necessidade urgente de liberação da integralidade do vídeo”, afirmou o defensor na nota.

Fonte: O tempo