Conectado por

Nacional

Cruzeiro estreia no mercado de criptoativos com token feito em blockchain

O Cruzeiro Esporte Clube foi mais um dos grandes times de futebol do Brasil a aderir ao movimento das moedas digitais e ao mercado dos tokens não fungíveis, NFTs, e, logo na sua estreia, a equipe capitalizou mais de 397 mil reais com o lançamento de um token próprio na plataforma Liqi.

O criptoativo, chamada de Cruzeiro Token, é atrelada a direitos econômicos de jogadores formados no Cruzeiro através do mecanismo de solidariedade da FIFA.

O mecanismo foi criado para ser uma recompensa aos clubes por terem formado profissionalmente um jogador ao longo dos anos. Assim eles têm o direito a uma parte do valor da transferência de qualquer jogador formado no clube, chegando até 5%.

Assim, cada vez que o jogador é vendido o clube recebe uma porcentagem desta venda e, no caso do criptoativo do Cruzeiro, os detentores do token passam a ter direto sobre uma parte da remuneração do clube referente à tais jogadores.

O token do Cruzeiro foi desenvolvido na Binance Smart Chain, BSC, com o ticker CRZ0 e representa uma fração dos direitos creditórios que participam do mecanismo de solidariedade, relacionados aos atletas que foram formados pelo clube.

No total são 380 atletas que integram o token, que entrega ao investidor uma participação no mecanismo de solidariedade da FIFA. Toda a rentabilidade com a transferência dos jogadores será feita na stablecoin lastreada no real, a BRLT.

“Ficamos surpreendidos com o desempenho do token do Cruzeiro na Liqi. Estamos começando nossas ações e já no primeiro dia tivemos um movimento intenso com o token do time mineiro. Assim que atingirmos os 6 milhões de reais do mercado primário, vamos abrir o mercado secundário do token na BitPreço. Estamos bastante animados com esta estreia”, disse Daniel Coquieri, sobre o lançamento.

Coquieri destacou que este é o melhor momento para quem deseja comprar o token, pois é possível adquiri-lo com um desconto de 30%.

“Quem comprar agora e guardar o token até as fases finais vai sair com até 30% de lucro por ter acreditado no produto desde o seu início”, disse.

Análise financeira

A Pluri realizou o valuation da oferta do Cruzeiro Token avaliando 218 jogadores individualmente (dos 380 que integram o token) a partir de 7 critérios técnicos relacionados ao próprio atleta e 8 critérios técnicos relacionados à posição de cada jogador dentro do mercado.

Além disso, analisaram quais as chances de cada um dos 218 jogadores gerar remunerações a partir de um mecanismo de solidariedade e a partir de dois mecanismos de solidariedade dentro do período de 6 anos estabelecido para o projeto.

Somado a isso, avaliaram qual a projeção de valor de mercado (em milhões de euros) para cada jogador em cada ano de duração do token partindo do valor de mercado atual deles (também em milhões de euros).

Dentro desta análise a empresa destacou que em um cenário pessimista os investidores do token devem obter um lucro de pouco mais de 14%.

Já no cenário esperado a rentabilidade deve ser de 74% e, com um cenário otimista, o investimento inicial teria 114,29% de valorização. Desta forma, aplicando 500 reais o investidor teria, ao final do período, algo em torno de 1071 reais.

por Cointelegraph Brasil

No curso “Decifrando as Criptomoedas” da EXAME Academy, Nicholas Sacchi, mergulha no universo de criptoativos, com o objetivo de desmistificar e trazer clareza sobre o seu funcionamento. Confira.

Fonte: Exame

Mais notícias