Conectado por



Nacional

Concurso Caixa: Inscrições acabam nesta segunda-feira; veja como se preparar


Compartilhe:

Publicado por

em

As inscrições para o Concurso da Caixa se encerram nesta segunda-feira, 25. A prova oferece mais de 4 mil vagas e salários entre R$ 11.186 e R$ 14.915.

Para se inscrever, é necessário acessar a página da Cengranrio e pagar a taxa de R$ 50 para nível médio e R$ 65 para nível superior.

Como serão as provas?

As provas objetivas e dissertativas/discursivas serão realizadas no mesmo dia, 26 de maio, segundo Victor Tanaka, especialista em Concursos Públicos do Estratégia Concursos.

“As provas objetiva e discursiva, para Técnico, serão compostas por 60 questões mais uma redação. Já para os cargos de nível superior, teremos prova objetiva de 70 questões e uma questão discursiva”, diz Tanaka que reforça a importância do edital na preparação para a prova.

“A importância de uma análise detalhada do edital é fundamental ao aluno que fará a prova. Principalmente para saber as regras que deverá seguir.”

Com as mudanças na prova, como se preparar?

A última seleção para a Caixa foi realizada em 2021, com 1.100 vagas de nível médio exclusivamente para pessoas com deficiência. Para ampla concorrência, o último edital foi há 10 anos e foi organizado pelo Cebraspe, por isso, Tanaka afirma que sobre as retificações, vale sempre ficar atento.

“Sugiro que o aluno veja as retificações uma a uma, para checar se tem algo que possa impactá-lo diretamente. Houve alterações, ainda que pequenas, de unidades de lotação, cidades de realização de provas, conteúdo programático e prazos”, diz especialista que reforça a necessidade de focar no edital presente. “Não vejo como algo relevante estudar o último edital. Pode, inclusive, gerar confusão. Sugiro o foco total no edital presente.”

Dica: trabalhe 3 pontos

Nessa reta final, a sugestão de Tanaka é que o aluno busque trabalhar bem três pontos:

  • ganho de conhecimento dos conteúdos ainda não estudados,
  • revisão constante dos demais conteúdos,
  • realização de muitas questões da banca organizadora para fixação e ganho de velocidade.

“O desafio é chegar na prova com todo conteúdo estudado fresco na cabeça. Por isso, as revisões aliadas às questões da banca são cruciais. Recomendo também que estudem a parte de discursiva. Pelo menos 1 redação ou 1 treino de questão discursiva por semana ou a cada 2 semanas é interessante, afinal, ambos os cargos terão essas provas”, diz.

Fonte: Exame

Publicidade

Mais notícias

Compartilhe: