Conectado por

Nacional

Cientistas condecorados por Bolsonaro fazem renúncia coletiva à honraria

Quinze cientistas condecorados pelo governo com a Ordem do Mérito Científico assinaram uma carta aberta em que renunciam à honraria concedida. De acordo com o texto, eles afirmam terem tomado a atitude após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinar novo decreto no dia 5 de novembro excluindo dois nomes da lista de cientistas homenageado, os de Adele Benzaken e Marcus Lacerda.

Em carta enviada ao ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, nesta sexta-feira, o epidemiologista Cesar Victora, que está entre os que renunciam à honraria, recusou a condecoração oferecida pelo governo do presidente Jair Bolsonaro na Ordem de Mérito Cientifíco. Victora seria promovido ao título de grão-Cruz — ele já havia recebido a honraria em 2018, no governo Michel Temer.

Lacerda foi um dos primeiros pesquisadores a fazer um estudo demonstrando a ineficácia da cloroquina no tratamento contra a Covid-19. Já Benzaken ocupava o cargo de diretora do departamento de HIV/Aids do Ministério da Saúde, mas foi exonerado no início do governo Bolsonaro. Benzaken alegou na época que a demissão foi causada por uma cartilha destinada para homens trans.

A carta crítica também a “forma pela qual o negacionismo em geral, as perseguições a colegas cientistas e os recentes cortes nos orçamentos federais para a ciência e tecnologia tem sido utilizados como ferramentas para fazer retroceder os importantes progressos” da comunidade científica brasileira.

A Ordem do Mérito Científico tem como objetivo prestar homenagem a personalidades que “se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas à Ciência, à Tecnologia e à Inovação”. A admissão na ordem é do presidente da República, que avalia nomes apresentados pelo ministro das Relações Exteriores. A indicação, no entanto, recebe antes aprovação do Conselho da Ordem — formado pelo chanceler e pelos ministros da Ciência e Tecnologia, da Economia e da Educação.

Sugestões podem ser apresentadas ao chanceler pelos membros do conselho, a Academia Brasileira de Ciências ou “autoridade da área da ciência, tecnologia e inovação”.

Abaixo, a lista dos nomes que renunciaram a Ordem do Mérito Científico.

Aldo Ângelo Moreira Lima (UFC)

Aldo José Gorgatti Zarbin (UFPR)

Alfredo Wagner Berno de Almeida (UEMA)

Anderson Stevens Leonidas Gomes (UFPE)

Angela De Luca Rebello Wagener (PUC-RJ)

Carlos Gustavo Tamm de Araujo Moreira (IMPA)

Cesar Gomes Victora (UFPel)

Claudio Landim (IMPA)

Fernando Garcia de Melo (UFRJ)

Fernando de Queiroz Cunha (USP)

João Candido Portinari (Projeto Portinari)

José Vicente Tavares dos Santos (UFRGS)

Luiz Antonio Martinelli (USP)

Maria Paula Cruz Schneider (UFPA)

Marília Oliveira Fonseca Goulart (UFAL)

Neusa Hamada (INPA)

Paulo Hilário Nascimento Saldiva (USP)

Paulo Sérgio Lacerda Beirão (UFMG)

Pedro Leite da Silva Dias (USP)

Regina Pekelmann Markus (USP)

Ronald Cintra Shellard (CBPF)

Fonte: Exame

Mais notícias