Conectado por

Nacional

Cidade de SP pode vacinar todos os adultos até 6 de agosto, diz secretário

O secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, disse, nesta sexta-feira, 9, que pode vacinar todas as pessoas adultas da cidade, com mais de 18 anos, até o dia 6 de agosto. A previsão depende da chegada de mais doses, que devem estar disponíveis nos próximos dias.

  • Está na hora de sair do emprego ou vale a pena continuar? Invista na sua carreira. Assine a EXAME.

“Se recebermos quase 2,7 milhões de doses ao longo do próximo mês, conseguiríamos vacinar todas as pessoas com mais de 18 anos até o dia 6 de agosto”, disse o secretário em entrevista à BandNews TV nesta sexta-feira.

Se a previsão de Edson Aparecido se confirmar, o calendário seria antecipado em mais de um mês. De acordo com o secretário, a chegada de mais doses depende do governo do estado.

“Nós devemos definir ainda com a secretaria estadual o recebimento de novos lotes de vacina para que o processo de vacinação continue. Se conseguíssemos começar a faixa etária de 36 anos a partir de terça-feira, 13, seria necessário receber cerca de 150 mil doses”, afirmou.

No próximo domingo, 11, o governador João Doria (PSDB) marcou uma coletiva de imprensa em que vai apresentar “um anúncio consistente” que vai “impulsionar a vacinação no Brasil”. As frases foram ditas por ele na manhã desta sexta-feira. Ao longo desta semana, ele já vem falando que vai adiantar o calendário, e que ainda não tinha as datas previstas.

O grande trunfo de Doria (PSDB) para acelerar o ritmo de imunização é a compra de um lote extra de 4 milhões de doses da vacina Coronavac, desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, anunciado nesta semana. Este lote é exclusivamente para o estado. O governador já tinha anunciado a intenção de adquirir 30 milhões de doses, mas ainda faltava a concretização do acordo. O valor não foi relevado.

“O estado de São Paulo comprou um montante extra de 4 milhões de doses diretamente com o laboratório Sinovac. O governo tinha a intenção de adquirir um total de 30 milhões de doses. 2,7 milhões chegam hoje [ele se referia a quarta-feira, dia 7] ao estado. E até o dia 26 de julho chegam mais 1,3 milhão de doses”, disse o governador em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes na quarta-feira, 7.

Como está o calendário

Por enquanto, a previsão do governo de São Paulo é aplicar pelo menos a primeira dose de vacina contra a covid-19 no braço de toda a população adulta até o dia 15 de setembro. O calendário varia conforme a cidade, mas na capital paulista o processo está adiantado em relação ao cronograma do estado.

Na cidade de São Paulo, nesta sexta-feira a vacinação foi para quem tinha 38 anos. No sábado, há uma repescagem de primeira dose e imunização de segunda dose. Na segunda-feira, 12, é a vez de quem tem 37 anos. A lista com todos os postos de vacinação está no site da prefeitura.

  • Sexta-feira (9/7): 38 anos
  • Sábado (10/7): Repescagem de 41 a 38 anos e D2 de todos os grupos
  • Segunda-feira (12/7): 37 anos
  • (Datas das outras idades ainda não foram divulgadas pela prefeitura de SP)

De acordo com o secretário municipal de Saúde, assim que ficar confirmado o recebimento de mais doses, o calendário será divulgado.

Fonte: Exame

Mais notícias