Conectado por

Plural Saúde

Nacional

Casal de idosos morre no mesmo dia de coronavírus em Presidente Prudente

Publicado por

em

Um casal de idosos, de 80 e 85 anos cada, morreu no mesmo dia devido ao coronavírus em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. Alcides Albano Gomes e Lourdes de Souza Gomes completaram 60 anos de matrimônio em janeiro deste ano.

Conforme informações do portal G1, o filho Carlos Alberto Gomes, de 53 anos, contou que o pai apresentou sintomas da doença primeiro. “Ele começou a ter febre e sintomas de gripe. Foi ao Hospital Regional (HR) de Presidente Prudente e o médico falou que era pneumonia. Deram medicação, foi para casa, mas a febre não passou. Quando ele voltou para o HR, já foi direto para a UTI e foi entubado”, disse.

Já a esposa deu entrada no hospital no dia 3 de junho. “Primeiro ela procurou o Pronto-socorro de Pirapozinho, mas foi encaminhada para o HR. Também chegou e já foi entubada. Eles chegaram a fazer o teste rápido, mas deu negativo. No HR, eles fizeram o outro (swab) e o resultado veio positivo para o coronavírus”, explicou.

No último sábado (27), a família foi avisada pelo hospital de que Maria de Lourdes havia morrido. No mesmo dia, no final da noite, veio a triste notícia de que Alcides também havia partido.

A filha mais nova do casal, Regina Aparecida Gomes, de 45 anos, disse que os dois eram muito unidos. “Faziam orações juntos, tomavam café juntos e, quando precisavam sair, também eram juntos. Sempre os dois. A união deles foi até na hora da morte”, relatou.

Ainda de acordo com ela, os pais estavam tomando muito cuidado com relação à pandemia. “Eles não estavam saindo muito e sempre tomando cuidado, usando máscara, álcool em gel e água sanitária para limpeza. Minha mãe tinha muito medo de pegar a doença”, afirmou.

Ela também comentou sobre o momento difícil da despedida. “Não tem velório. Colocam o corpo dentro de um saco e depois no caixão”, concluiu.

Alcides é de Marília, em São Paulo, e Maria de Lourdes de Aracaju, em Sergipe. Eles se casaram no Oeste paulista e tiveram quatro filhos, dez netos e seis bisnetos.

Fonte: O tempo