Conectado por

DJ90

Nacional

Cancelada em Munique, Oktoberfest ainda está de pé em SP e Blumenau

Publicado por

em

Cidade que abriga a maior Oktoberfest do mundo, Munique anunciou o cancelamento da edição de 2020, que aconteceria entre 19 de setembro e 4 de outubro. Isso em um país que está reabrindo gradativamente o comércio, a Alemanha. O evento reúne cerca de 6 milhões de pessoas de todos os cantos do mundo.

A realização da São Paulo Oktoberfest, no entanto, foi confirmada na segunda-feira (20). Maior versão do evento na capital, e que conta com o apoio do governo do Estado, a festa chega a quarta edição em 2020, está com ingressos à venda e endereço novo.

Após passar pelo Sambódromo do Anhembi e, no ano passado, pelo Jockey Club, a Oktober tem programada a instalação de uma vila alemã cenográfica na av. Chucri Zaidan, região sul da cidade. O evento deve acontecer entre 17 de setembro e 4 de outubro.

No ano passado, a São Paulo Oktoberfest recebeu mais de 100 mil pessoas, de acordo com a organização. Os ingressos vão de R$ 49 (pista) a R$ 1.490 (mesa para até dez pessoas).

Na Alemanha, país que mais realiza testes por habitante do coronavírus, a reabertura no comércio começou gradativamente nesta semana. De acordo com o Instituto Robert Koch, o país passou de 4.500 mortes e o número de casos é acima de 143 mil.

No Brasil, a quantidade de casos chega a mais ou menos um terço, com 40.581 (atualização de segunda, 20), mas o número de óbitos já passou de 50% do alemão: 2.575. São Paulo é o Estado com o maior número de casos.

Umas das cervejas principais do evento em Munique, a Paulaner também promove uma festa em São Paulo -as duas últimas foram no Clube Juventus, principal candidato a receber a edição de 2020. A organização ainda está avaliando o que fazer e não descarta adiar a festa.

Já a organização da maior Oktoberfest do país, em Blumenau (SC), se reuniu nesta terça (21) após o cancelamento da versão alemã. A princípio, a data do evento, entre 7 e 25 de outubro, está mantida. “Nesse momento não existe a possibilidade de cancelamento da Oktoberfest de Blumenau”, comentou o prefeito Mário Hildebrandt (Podemos).

Fonte: O tempo