Conectado por

DJ90

Geral

Brasil ultrapassa 60 mil mortes por Covid-19; casos confirmados chegam a 1,448 milhão

Publicado por

em

O Brasil passou das 60 mil mortes causadas pelo novo coronavírus. Já são 60.632 vítimas da pandemia, sendo 1.038 em 24 horas. Já o número de infectados subiu para 1,448 milhão, com 46.712 novos casos. O levantamento foi divulgado nessa quarta-feira pelo Ministério da Saúde.

De acordo com o ministério, o Brasil passou as últimas cinco semanas no topo do ranking mundial diário de novas notificações e de novas mortes. Agora, com 800 novos casos a mais, os Estados Unidos voltaram a ter o maior número de infectados. Mas ainda somos líderes nos registros de novas mortes por dia.

O balanço semanal divulgado pelo Ministério da Saúde indica que tanto os casos confirmados quanto o número de mortes continuam subindo em todas as regiões do país. O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros, chamou atenção para os estados do Sul e do Centro-Oeste.

Na Região Sul, o número de casos registrados em uma semana aumentou 47%, e o de mortes, 37%. No Centro-Oeste, foram 9% a mais de infectados e 36% a mais de mortos de uma semana para outra. Enquanto alguns estados e municípios voltaram a adotar medidas de distanciamento social, como Goiânia, capital do estado de Goiás, outros continuam autorizando a reabertura de atividades, como Brasília.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, anunciou que as aulas na rede pública de ensino devem ser retomadas no dia 3 de agosto. Ao mesmo tempo, Ibaneis decretou situação de calamidade pública, para ter acesso a mais recursos federais.

As Defensorias Públicas da União e do DF avaliaram a situação como contraditória e procuraram a Justiça Federal. Uma decisão nessa quarta deu 72 horas para o governo local demonstrar que tem leitos, equipamentos, insumos e equipes de saúde suficientes para atender a demanda gerada pela Covid-19. O Governo do DF informou que vai recorrer da decisão.

Para reforçar o atendimento aos pacientes, o HUB, Hospital Universitário de Brasília, abriu mais oito leitos de UTI para o tratamento da Covid-19, e aumentou para 20 o número de vagas de enfermaria para pacientes com o novo coronavírus.

O HUB é vinculado à Universidade de Brasília e vai participar dos testes da vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela chinesa Sinovac Biotech, em parceria com o Instituto Butantan.

O teste será feito em outros sete hospitais no estado de São Paulo, um no Rio de Janeiro, um em Minas Gerais, um no Rio Grande do Sul e outro no Paraná. Dos 12 hospitais escolhidos, nove são universitários, dois são institutos de infectologia públicos e um hospital privado.

Fonte: Ag. Brasil