Conectado por

DJ90

Geral

Brasil tem novo recorde de mortes por coronavírus confirmadas em 24 horas: 615

Publicado por

em

O Brasil alcançou um novo recorde no número de casos confirmados para o coronavírus, chegando a 10.503, e no de mortes, registrando 615 novos óbitos em 24 horas, segundo dados apresentados na tarde dessa quarta-feira pelo Ministério da Saúde. O total dos contaminados pela doença é de mais de 125 mil pessoas, com um total de 8.536 mortes.

São Paulo ultrapassou a marca de 3 mil óbitos pela Covid-19. O Rio de Janeiro agora registra 1.205 mortes; o Ceará, 848; e Pernambuco, 803.

Em coletiva de imprensa, o ministro da Saúde, Nelson Teich, novamente foi questionado sobre a posição da pasta em relação ao bloqueio geral contra a pandemia do coronavírus, também chamado de lockdown.

O ministro reforçou que um protocolo para orientar as cidades e os estados está pronto, mas que ainda está em análise de quando será divulgado.             

Sobre a fila única para leitos públicos e privados, Nelson Teich afirmou que isso é um problema que é preciso uma grande discussão com os setores. Para ele, a incorporação dos leitos privados ao SUS pode trazer insegurança jurídica para investimento do setor privado. Teich disse que prefere que o assunto pode ser resolvido com uma conversa e cooperação entre as partes.

O Ministério da Saúde anunciou, também nessa quarta-feira, uma nova estratégia para vigilância do coronavírus na população brasileira, com a disponibilidade de 46 milhões de testes até o final do ano.

Serão 24 milhões de testes moleculares, feitos nos laboratórios, para pacientes que tenham até sete dias de sintomas. Desses, apenas 6% já foram distribuídos aos estados.

Outros 22 milhões serão de testes rápidos, para quem tem mais de oito dias de sintomas da doença, feitos para detectar os anticorpos da Covid-19. Cerca de 16% destes testes já foram enviados.   

O Ministério da Ciência e Tecnologia informou que recebeu 81 propostas de empresas para o desenvolvimento de equipamentos de proteção individual de combate ao coronavírus. A pasta está disponibilizando R$ 5 milhões para recursos não reembolsáveis, pela Financiadora de Inovação e Pesquisa, a Finep.

O ministro da pasta, Marcos Pontes, acrescentou que está sendo realizado um estudo para reutilização das máscaras N95, que garantem maior proteção para equipes de saúde, através de descontaminação por radiação ultravioleta.

Fonte: Ag. Brasil